https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/02/bec6471cadfc5c4304ced5f6fa30cf37.jpg

NA RACHID JAUDY

Um dos suspeitos de estuprar garota em praça de Cuiabá é preso

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

Reprodução

Acusado de estuprar adolescente de 14 anos, na Praça Rachid Jaudy, região central de Cuiabá, na tarde de terça-feira (8), foi preso um dia após o crime, nesta quarta-feira (9). Identificado como Elton Lopes Silva, foi reconhecido pela vítima.

A jovem foi abusada por dois homens, o segundo suspeito já foi identificado, sendo ambos moradores de rua.

A garota foi estuprada por dois homens nas dependências do Centro de Atendimento ao Turista, que está abandonado, no meio da praça Rachid Jaudy, em Cuiabá. Abalada, ela foi encontrada chorando na rua e foi acolhida por uma mulher que a flagrou tentando se jogar na frente de um carro.

A vítima teria saído de um curso na avenida Getúlio Vargas, por volta das 15h, com duas colegas. As jovens logo foram embora com os pais e a vítima seguiu sozinha pela avenida Isaac Póvoas com destino à Estação Bispo.

Quando ela chegou na praça Rachid Jaudy, foi abordada por dois homens. Ela foi segurada pelos braços e ameaçada. Os suspeitos disseram que ela não podia gritar e nem virar o rosto. Menor foi levada para a parte inferior do Centro de Atendimento ao Turista (CAT), onde o crime aconteceu.

O estupro 

Lá, a dupla vendou os olhos da vítima usando uma meia preta. Ela chegou a gritar por socorro, mas não foi ouvida. Disse ainda que sentiu algo ‘pontiagudo’ na cintura de um dos suspeitos, que abaixou a calça da vítima e rasgou sua calcinha.

Ela foi estuprada pelos dois homens, que fugiram a pé. A menina ficou em pânico no local, chorando perto de uma árvore. Ela afirmou ainda que não conseguia andar. Já de noite, foi flagrada por uma mulher chorando muito.

Vítima afirmou que estava se sentindo culpada e que tentou se jogar na frente de um veículo, mas foi acolhida pela testemunha, que entrou em contato com a mãe da menina e com a polícia.

Foi constatado que a vítima tinha arranhões na região dos seios e das nádegas. Além disso, ela também estava com a calcinha rasgada. Ela foi levada para a Delegacia da Mulher, que vai investigar o crime.

Com informações do Gazeta Digital.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *