https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/03/ab8b3e69bfa3daab3d60bc42cf9f5825.jpg

RETA FINAL

Polo de vacinação contra a covid na UFMT encerra atividades neste sábado

PREFEITURA DE CUIABÁ / CELLY SILVA
redacao@matogrossomais.com.br

Davi Valle

Quase um ano após sua inauguração, o polo de vacinação contra a covid-19 na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), no modelo drive-thru, encerra suas atividades no próximo sábado (12). Ao longo de toda esta semana, pessoas acima de 12 anos de idade podem se dirigir ao local para receber primeira e segunda doses, bem como dose de reforço e a dose adicional (no caso de pessoas imunossuprimidas). Para isso, basta fazer o cadastro no site www.vacina.cuiaba.mt.gov.br, no caso de quem ainda não tomou sequer a primeira dose ou verificar na caderneta de vacinação se já está no prazo de dar continuidade ao esquema vacinal.

Atualmente, além do polo de vacinação drive-thru na UFMT, existe o polo de vacinação no auditório da UNIC Beira Rio (exclusivo para crianças de 5 a 11 anos) e ainda 40 unidades básicas de saúde que oferecem a vacina contra a coviv-19. A lista completa pode ser conferida no site da campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar“.

Desde o dia 13 de abril de 2021, até o último sábado (5), mais de 165 mil doses de vacina contra a covid-19 foram aplicadas no polo da UFMT. A coordenadora do polo, Welignem Leite da Silva, que atua no local desde o início, relembra como foi esse período.

“Foi um grande desafio para todos nós que trabalhamos aqui ao longo desses 11 meses. No início, enfrentávamos grandes filas de carros, as pessoas estavam ansiosas pela vacina, pois ainda estávamos em um momento crítico da pandemia. Mas hoje já percebemos uma procura bem menor por parte da população. Acredito que cumprimos nosso papel no processo de descentralização da campanha de imunização contra a covid-19 e só tenho a agradecer pela oportunidade de fazer parte disso tudo e também a todos que se esforçaram aqui no polo para fazer tudo dar certo e dar o melhor atendimento à população, inclusive aos servidores da UFMT, que nos deram todo o apoio que precisamos”, disse.

A servidora da UFMT, Helaine Bucair Couto, ex-secretária de Infraestrutura da instituição de ensino, que atuou junto à coordenação do polo de vacinação ao longo de 11 meses, destacou o papel da universidade no combate à pandemia. “O trabalho que fizemos em parceria com a Prefeitura, colocando à disposição o nosso espaço, foi de grande valia porque tínhamos essa doença avassaladora, que estava ceifando tantas vidas, e a universidade pôde contribuir para implantar o polo de vacinação para, junto com a Ciência, amenizar esse problema que estávamos enfrentando. Nós nos sentimos honrados”, afirmou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de março de 2022 às 17:18:36
  • 7 de março de 2022 às 15:37:26