https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/03/Sou-o-Que-Desejo-7.jpeg

DIA DA MULHER

Há 5 anos fotógrafa registra beleza feminina sem uso de Photoshop

Rafaella Zanol

“Objetivo do meu projeto é que as mulheres se vejam, se admirem e se achem lindas realmente como elas são”. A frase impactante é da fotógrafa cuiabana, Rafaella Zanol, 35 anos, criadora do projeto “Sou o Que Desejo”, que desde 2017 retrata a beleza feminina em preto e branco, sem o uso de edição de imagens com Photoshop.

Mais de 25 mulheres já foram fotografadas por Rafaella com o Sou o Que Desejo. Para ela, o projeto é mais que uma proposta diferente de imagem com uso do preto e branco. O propósito é resgatar a autoestima feminina.

O dia internacional da mulher é especial para Rafaella porque é também a data de lançamento do Sou o Que Desejo. Em 2017, ela escolheu propositalmente a data para homenagear as mulheres e marcar o início do projeto. “É uma data muito importante e que a gente tem que se sentir especial sim. E neste dia internacional da mulher quero deixar uma mensagem para que todas se amem, se aceitem, se livrem desses padrões que não existem e dizer que são lindas como elas são!”, enfatiza.

Rafaella Zanol conta que apesar de ter se inspirado em trabalhos de fotógrafos de outros estados, como do Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, o que mais despertou a ideia em criar o projeto Sou o Que Desejo, foi às muitas solicitações, de mulheres fotografadas por ela, pra ‘melhorar a foto’ com recurso do photoshop.

“Criei o Sou o Que Desejo com propósito maior de que as mulheres se amem e se aceitem como elas são. Todas nós temos imperfeições. Ninguém nasce perfeita. É normal termos estrias, celulites, gordurinhas. Mas tudo isso não precisa ser banalizado porque a sociedade criou um padrão. Meu objetivo é mostrar que elas são lindas sim e que parem de usar manipulação de imagem para se aceitarem”, conta Rafaella.

A fotógrafa explica que a sessão de fotos dura cerca de 1h. Para que a modelo do momento se sinta bem e aprecie o resultado, ela trabalha as posições, luz, cenário e até dá dicas na escolha dos looks das fotografadas.  “A gente sempre tem um lado do rosto que gosta mais ou alguma parte do corpo que não gosta, totalmente normal. Então, se a mulher não se sente bem mostrando uma gordurinha, uma manchinha, vou procurar outro ângulo que enalteça e não exponha o que ela não gosta”, pontua.

O futuro dos retratos femininos em preto e branco do projeto Sou o Que Desejo é certo, uma exposição. Rafaella procura parceiros que queiram abraçar a ideia. “Quero continuar fazendo meu trabalho, fotografando e elevando a autoestima de mais mulheres. Quero fazer uma exposição em 2023”.

Sou o Que Desejo – Os custos da sessão fotográfica, datas disponíveis e mais detalhes sobre o projeto podem ser verificados em @souoquedesejo no Instagram. Por lá é possível conversar com a Rafaella e tirar todas as dúvidas também.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *