https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/03/WhatsApp-Image-2022-03-17-at-11.23.18.jpeg

APÓS DOIS ANOS

Aula Magna na AL marca volta das atividades presenciais da Unemat

DA ASSESSORIA / ROBSON FRAGA
[email protected]

Da assessoria

A Assembleia Legislativa realizou nesta quarta-feira (16), Aula Magna da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). O evento marcou o início do semestre letivo de 2022 e a volta às aulas presenciais depois de dois anos de pandemia do coronavírus. Neste período, as atividades pedagógicas foram mantidas de forma remota.

A universidade possui 13 campus, 17 núcleos pedagógicos e 24 polos educacionais de Educação a Distância. Atende cerca de 20 mil estudantes em 60 cursos presenciais e em outros 129 cursos ofertados em modalidades diferenciadas.

Em Cuiabá, são 230 alunos nos cursos de graduação em Engenharia de Produção Agroindustrial, Gestão de Negócios e Inovação e Gestão Pública iniciados em setembro do ano passado. Além disso, há dois cursos de doutorado e um de mestrado, além de aulas de teatro. A universidade está instalada no prédio da Escola Técnica Estadual numa parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

“Depois de dois anos de pandemia, a expectativa é muito grande. Agora, de fato, começamos as aulas presenciais em todas as nossas unidades e consolidamos nossa presença em Cuiabá com aulas diárias presenciais e ações de forma contínua”, disse o reitor Rodrigo Zanin.

A vinda da universidade para Cuiabá foi uma luta do deputado estadual Wilson Santos (PSDB). Aliás, uma das condicionantes para que o parlamentar integrasse a base do governo Mauro Mendes (UB).

“É um momento importante. Depois de quase 30 anos, a Unemat chega à capital. Nossa luta não era para trazer a sede da universidade, aliás a sede está muito bem em Cáceres. Mas, a maior população de Mato Grosso está em Cuiabá e Várzea Grande e não tínhamos um campus. Sem dúvida, essa é uma noite inesquecível para a educação pública superior de Mato Grosso. A Universidade Estadual de Mato Grosso tem em seu quadro de docentes mestres, doutores e pós-doutores. E esse conjunto de qualidades está à disposição do Estado. Os alunos terão todas as condições de aprendizado e buscar conhecimento”.

O deputado lembrou que um empresário já dou uma área de 15 hectares para a construção do campus em Cuiabá.

“Ficamos felizes com a doação e esperamos que em breve o governo possa, após todos os trâmites legais, construir a sede na capital. Até lá, a universidade vai funcionar nestas modernas e confortáveis instalações da Escola Técnica. O mais importante é saber que a universidade chegou à Cuiabá”.

O governador Mauro Mendes (UB), ministrou aula magna. Falou sobre o desenvolvimento do estado em todas as áreas e lembrou aos estudantes da importância da qualificação profissional para que aproveitem as oportunidades de mercado.

“A Unemat ao longo dos 30 anos tem desempenhado um papel importante na educação, na formação, na qualificação e na criação de oportunidades para milhares de mato-grossenses. Mato Grosso é sem dúvida nenhuma um diferencial dentro desse país e tem uma perspectiva de futuro muito positiva e, para que isso se torne realidade, é importante a qualificação de pessoas e a formação correta da mão de obra para aquilo que realmente o mercado necessita”, pontuou.

“A universidade não é só para gerar um diploma ou fazer uma qualificação que não tenha objetividade com aderência ao mercado de trabalho. É preciso criar cursos que o mercado está demandando, para que agregue valor, conhecimento e sirva para o profissional desenvolver alguma atividade que realmente traga resultado daquele investimento que o estado está fazendo na sua qualificação”, completou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 18 de março de 2022 às 13:03:27
  • 17 de março de 2022 às 15:53:54