https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/04/81a98573617a0d19c00dcf401808ff07.jpg

COMPROMISSO

Prefeito assina edital da PPP do Mercado Municipal na segunda (11)

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

Luiz Alves

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou durante a live, transmissão ao vivo, de terça-feira (5), que assina na próxima segunda-feira (11), o edital de licitação de Parceria Público-Privada (PPP) para revitalização do Mercado Municipal Miguel Sutil, localizado na Avenida Isaac Póvoas.

O projeto prevê a requalificação do Centro Histórico de Cuiabá e a revitalização do Mercado Miguel Sutil. Serão construídas 586 vagas para carros e 20 para motos, o estacionamento contará com sensores para identificação do status da vaga e software de compra recarga de créditos, além de recarga de créditos através do parquímetro e fiscalização dos serviços através de OCR. Ao todo, o futuro Mercado Municipal terá quatro pavimentos, divididos por setores para um melhor ordenamento dos ambientes.

“Na próxima segunda-feira, 11 de abril, eu assino publicação do edital de licitação da PPP do Mercado Municipal Miguel Sutil, aqui no Centro Histórico, na Avenida Isaac Póvoas, que sempre foi o mercadão de Cuiabá e hoje está largado as traças, foco de usuários de drogas. Mas, agora nós vamos transformar em um lindo e quase shopping center, com estacionamento rotativo. Vai ser a coisa mais linda e eu assino o edital no dia 11, tudo isso dentro da programação de aniversário de Cuiabá”, disse o prefeito.

O procedimento licitatório de concessão administrativa da requalificação é acompanhado por uma comissão composta por representantes da Secretaria Municipal de Gestão, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Secretaria Municipal de Planejamento, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável e Procuradoria Geral do Município de Cuiabá.

Os trabalhos técnicos foram realizados com participação da Câmara Municipal de Cuiabá, além da realização de audiências públicas para debate junto à população e ao Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de abril de 2022 às 12:46:47