https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/WILSON-SANTOS1.jpg

GOVERNO X SERVIDORES

Líder diz que MT não previu RGA e ida de secretários mostrará omissão da AL

Divulgação

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB), disse, em entrevista exclusiva ao Mato Grosso Mais, que a Casa de Leis tende a ser exposta caso os três secretários de Estado sejam convocados para dar explicações sobre os motivos da Revisão Geral Anual (RGA) não estar incluída na Lei Orçamentária Anual (LOA) do ano passado com previsão de 11,28 para este ano.

“Assembleia recebeu o projeto e nenhum deputado conseguiu perceber. Passou batido na Assembleia. Então passou batido pelos deputados por mim inclusive, por todos os 24, passou batido pelo Fórum Sindical, que nenhum momento localizou essa ausência do RGA na Loa, que encaminhou um documento ofício cobrando essa presença, e de todos nós passamos batidos”, comentou.

Segundo Wilson Santos, o Governo do Estado havia feito previsão da RGA na Loa em maio, que havia um cenário de arrecadação, mas alegou que em setembro a situação econômica do país ‘degringolou’, o que impediu o Paiaguás de prever a Revisão Geral Anual quatro meses depois.

“Em setembro não veio mesmo. Governo não mandou não poderia ser irresponsável de mandar. Caberia a quem,  aos deputados que são experts em fazer emendas, Nós tivemos na Loa mais de 400 emendas”, pontuou.

Para o líder, a vinda dos secretários dar explicações sobre a Loa servirá apenas para mostrar que a Assembleia Legislativa teria sido omissa ao não perceber a ausência da RGA.

VEJA VÍDEO

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *