https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/revólver.jpg

TRAGÉDIA

Tiroteio em boate gay tem reféns, morto e vários feridos; atirador morreu

Divulgação

Um atirador abriu fogo dentro de uma boate voltada ao público LGBT em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos na madrugada deste domingo (12).

Segundo veículos de imprensa locais, que citam fontes policiais, ele teria feito reféns após os disparos. No início da manhã, a polícia de Orlando confirmou que o atirador estava morto.

As autoridades não precisaram ainda o número de feridos e se há mortos, além do agressor.

A polícia informou apenas que “há vários feridos” e que já pediu o apoio de agências de segurança locais e federais. Havia a suspeita de que o agressor teria um artefato explosivo

O incidente ocorreu por volta das 2h (no horário local, 3h em Brasília). Um barulho muito alto foi ouvido nas proximidades do local e a polícia informou que se tratou de uma ‘explosão controlada’.

Veículos de emergência estão no local e os feridos estão sendo levados ao Hospital Regional de Orlando (ORCM, da sigla em inglês).

Pouco depois da ocorrência, a página da casa noturna no Facebook postou uma mensagem pedindo para que todos deixassem o local e continuassem a correr.

Christina Grimmie

O caso deste domingo (12) ocorre um dia depois da morte da cantora Christina Grimmie, assassinada após fazer um show também em Orlando.

Kevin James Loibl, de 27 anos, foi identificado como autor dos disparos. Ele morava na cidade de São Petersburgo, também na Flórida.

Conhecida por sua participação no popular programa “The Voice” da televisão americana, Christina Grimmie chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

O autor dos disparos se matou logo em seguida. O crime foi no teatro The Plaza Live, onde a cantora se apresentou ao lado da banda Before you Exit.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *