DO ALÉM

Nome de falecido de Mato Grosso aparece em lista do TCU de pessoas consideradas inelegíveis

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai enviar à Justiça Eleitoral a relação de políticos que tiveram contas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível.

Em Mato Grosso, a lista contém o nome de 206 políticos, servidores públicos e empresários que, conforme a Lei de Ilegibilidades (Lei Complementar nº 64, de 1990), são considerados “fichas sujas” e não podem concorrer em eleições, no período de oito anos, a contar da data da condenação.

O curioso disso é que entre os nomes que aparecem na lista do TCU está a de um empresário já falecido.

Ele é pai de um ex-secretário de Estado que se encontra preso em uma unidade prisional do Estado.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *