https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/06/Sem-título-3.png

ATENÇÃO, USUÁRIOS!

Motoristas de ônibus de Cuiabá e VG param sexta-feira

Montagem

Motoristas de ônibus de Cuiabá e Várzea Grande decidiram aderir à greve geral programada pelas centrais sindicais brasileiras para o dia 14 de junho em todo o país. Na última sexta-feira (7) o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Baixada Cuiabana (SINTROBAC) decidiram abraçar a paralisação em assembleia geral.

Em Cuiabá, a concentração do movimento grevista no dia 14 está programada para acontecer na praça Ipiranga. Em torno de mil motoristas cruzarão os braços em apoio ao movimento que conta também com a adesão dos professores, trabalhadores nas indústrias, servidores públicos e diversos outros ramos de atividades.

O presidente do SINTROBAC Ledevino da Conceição, representou o sindical, e justifica o apoio na participação de sua categoria no movimento grevista.

“Estamos participando da organização e buscando mobilizar o maior número possível de trabalhadores para esse dia de protesto contra a retirada de nossos direitos, principalmente contra as ameaças contidas no projeto de reforma da previdência, que do jeito que está irá dificultar em muito o acesso à aposentadoria, direito sagrado do trabalhador brasileiro. Por isso, no dia 14 nossa categoria irá cruzar os braços em protesto contra essa situação. O transporte coletivo vai parar na Capital e em Várzea Grande!”, avisou Ledevino.

A greve geral tem como motivação a luta contra a reforma da previdência, que na visão dos sindicalistas, traz mudanças que dificultarão ao trabalhador o acesso à aposentadoria. O movimento ampliou a pauta na busca da adesão dos estudantes já mobilizados contra os cortes de verbas na educação.

Ledevino ainda lembrou da paralisação que ocorreu nessa segunda-feira (10), por conta dos salários atrasados. Segundo ele, é inadmissível as condições que os trabalhadores são submetidos pelos Governos estaduais e federais.

“É por isso, que na sexta-feira nós vamos parar novamente, vamos cruzar os braços em protesto contra essa situação. Essa reforma só vem para nos prejudicar. O transporte coletivo vai parar em Cuiabá e Várzea Grande, não tem jeito”, destacou.

Procurada para comentar o caso, A Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) não quis se manifestar.

10 comentários em “Motoristas de ônibus de Cuiabá e VG param sexta-feira”

  1. Julia disse:

    Isso é uma vergonha quantos trabalhadores e cidadãos vão ficar prejudicados por isso? Sendo que é apenas uma parcela bem pequena que se acham no direito de fazer greve. Como esse caso da educação, quantas crianças estão nas ruas ociosas, e mesmo assim eles vão receberem seus salários. Que vergonha deveria sim privatizar a a educação pública.

  2. VANESSQA disse:

    BANDO DE DESOCUPADOS..PETISTAS IDIOTAS….

  3. Dindim badu disse:

    Greve para quem tem direitos e quer que eles sejam compridos
    Professores e trabalhadores funcionarios publicos e os demais que esta sentindo o cheiro dos abos de 1975 aos demais fecha a boca com papel higuenico limpado pela bunda do governo da sua cidade .
    Se for trabalhador junte com o movimento
    Esses verme que critica anucia la no meio do povo certeza q sai de la direto para santa casa

  4. rdddd disse:

    CERTISSIMOS !!!!!!!!!! Precisam Parar mesmo e lutar pelo direito da classe trabalhadora!!!

  5. Ulana Borges disse:

    É um absurdo um pequeno grupo prejudicar uma população.

  6. Mauro disse:

    Quem decidiu foi o sindicato mas a maioria dos funcionários não concorda como eu

  7. Donizeti disse:

    Desconte o dia de trabalho de todos que não forem trabalhar. Posteriormente demita os.
    Reclamando da reforma da previdência, se você não tem emprego, nunca vai se aposentar, então esse pessoal, sindicalistas que insita o pessoal a fazer greve porque? Como são funcionários dos sindicatos não podem ser demitidos. Hora de mudar essa lei.

    1. André disse:

      vai demitir todo mundo então, ótima ideia

  8. Marcio B Silva disse:

    é um absurdo isso, façam paralização dia de domingo…em plena sexta feira? e como que ficam os usuarios dos transporte coletivo? pessoal vamos acordar pra vida…nao sou contra manifestos, mas desde que nao atrapalhe o proximo.

  9. Gustavo disse:

    Podia parar nesta quarta dia 12 e começar a greve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de junho de 2019 às 08:05:17
  • 12 de junho de 2019 às 07:40:03