https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Preço-da-batata-tem-queda-em-julho-mostra-levantamento-da-Seaf.jpg

HORTIFRUTI

Preço da batata tem queda em julho, mostra levantamento

Lucas Diego

O preço da batata lisa teve queda no comércio atacadista, conforme aponta levantamento de pesquisa de preços realizada pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf). Ao custo de R$ 190, no início do mês, a saca com 50 quilos de batata chega ao final de julho ao preço de R$ 130, na Central de Abastecimento de Cuiabá.

A causa para a redução de 32% no valor, segundo o engenheiro agrônomo da Seaf, Luiz Henrique Carvalho, se deve pela grande oferta do tubérculo nos mercados regionais, ocasionado pela safrinha e ausência de chuvas nesse período.

Outros produtos que também tiveram redução nos preços foram o jiló, o pepino e a pimenta de cheiro. Esse último item a queda foi de 31%, passando de R$ 130 para R$ 90, a caixa com 8 quilos. Já o jiló, na penúltima semana do mês era vendido a R$ 50, enquanto nos últimos dias está custando R$ 35, uma queda de 30%.

Outro item muito consumido pelo mato-grossense que também apresenta queda no preço é o pepino. O fruto entrou em processo de safrinha, o que fez a oferta do mesmo crescer e, consequentemente, o valor diminuir nas gôndolas dos supermercados. Em sete dias, era vendido a R$ 55 e caiu para R$ 40.

A cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar é realizada semanalmente, toda terça-feira, a partir das 5 horas, por técnicos da Seaf, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e Prefeitura de Cuiabá. A pesquisa de preço é realizada na Central de Abastecimento de Cuiabá, levando em conta o preço mínimo, mais comum e o preço máximo dos produtos encontrados nas barracas em três horários distintos durante o período matutino.

O índice de preço médio dos 48 principais produtos da agricultura familiar em 21 Estados brasileiros podem ser conferidos no site http://www.prohort.conab.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais