https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/download.jpg

DESCASO

Meio Ambiente encontra centro de pesquisa do ICMBio no NE sucateado

TIAGO VASCONCELOS / DIÁRIO DO PODER
redacao@matogrossomais.com.br

Quanto mais o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) mexe, mais se revela o sucateamento de órgãos como o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

Caso de abandono criminoso é o Cepene (Centro de Pesquisa e Conservação de Biodiversidade Marinha do Nordeste), na baía de Tamandaré (PE), segundo análises e relatórios de visitas.

Fotos revelam patrimônio abandonado, lixo, sujeira, garrafas e caixas de cerveja vazias. Só não mostram atividades de pesquisa. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Servidores pagos para atuarem em “pesquisa”, “gestão ambiental” ou “conservação” são os mais hostis em relação ao atual governo.

No site, o Cepene é definido como “centros de pesquisa e conservação do ICMBio”, seja lá o que isso signifique. E não tem significado muito.

O Cepene é composto de três prédios (administração, pesquisa e formação) e 15 unidades residenciais. E belos salários, claro, em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais