https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/favero.jpg

FUTURO INDEFINIDO

Fávero mantém esperança e acredita que Selma Arruda deve ficar no PSL

Divulgação

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL) disse ao Mato Grosso Mais, nesta quarta-feira (11), que não acredita na saída da senadora Selma Arruda PSL para o partido Podemos.

Mas vê que a situação dela é complicada, pois com menos de dez meses de mandato, já cogita troca de partido precocemente.

“A situação dela está um pouco complicada neste momento, ainda não sei se ela vai sair ou ficar, ela sinalizou que vai sair, mas também deixou em aberto que está analisando. Sem dúvidas, ela deveria ficar, eu venho brigando, estiva lá, em Brasília, e falei presidente nacional do PSL para entrar em contato com a senadora, fiz esse esforço para ela continuar no nosso partido”, disse Silvio.

Fávero vê que Selma é uma peça importante no governo Bolsonaro, vê que a população acredita na “Moro de saias”.

“Afinal de contas, as pessoas confiam nela para ajudar o presidente Jair Bolsonaro. Mas cada um entende da melhor forma o que é melhor pra si, eu sou contra e não acredito que ela saia”.

A principal causa para a parlamentar ameaçar sair do PSL, é a “pressão partidária” promovida pelo senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e pelo presidente nacional do partido, Luciano Bivar (PSL-PE), para que parlamentares da sigla retirem suas assinaturas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga, que pretende investigar membros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Ela alega que uns dos motivos foi a toga, que até o presidente nacional soltou uma nota dizendo que não foi o Flávio Bolsonaro, que foi o partido que pediu para retirar as assinaturas”, explicou Favero.

Veja nota

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de setembro de 2019 às 08:33:29
  • 12 de setembro de 2019 às 08:30:43