https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/7107319b94f0b5a491a4a52657ca0d46-785x466.jpg

NOVELA SEM FIM

Justiça Federal de Mato Grosso adia audiência do VLT para outubro

Reprodução

O juiz Ciro de Andrade Arapiraca, da Primeira Vara Federal em Mato Grosso, remarcou para 2 de outubro, às 14 horas, a audiência de instrução para oitivas de testemunhas no processo sobre o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).  A oitiva estava marcada para esta terça-feira (17), mas foi adiada.

“Para fins de readequação de pauta, redesigno a audiência de instrução anteriormente marcada para dia 17/09/2019, a ser realizada em 02/10/2019, às 14:00 horas. II – Intimem-se, com urgência”, diz trecho do documento.

O processo, proposto em 2012, nasceu de investigação conjunta dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, que identificaram uma série de irregularidades, desde a escolha do modal de transporte público até o estudo de viabilidade adequado.

De acordo com o inquérito civil que precedeu a ação civil pública, a própria Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) reconheceu, em um documento encaminhado ao Ministério das Cidades, que o custo de implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) é superior ao dobro do custo de implantação do Bus Rapid Transit (BRT).

No julgamento do mérito da ação, os autores pediam declaração de nulidade do contrato firmado entre o Estado de Mato Grosso e o Consórcio VLT Cuiabá, bem como todo o procedimento licitatório, devido à nulidade consistente na utilização indevida do Regime Diferenciado de Contratação (RDC).

Em abril deste ano, o magistrado julgou improcedente e extinguiu ação que questionava a escolha do modal.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 17 de setembro de 2019 às 19:06:18