https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/06/a-2.jpg

EM ENTREVISTA

Caminhoneiro morto por Covid não acreditava na doença: ‘politicagem’

Morto em decorrência do novo Coronavírus, Antonio Márcio, caminhoneiro de 32 anos, não acreditava na existência da doença e a via como ”politicagem”. A triste informação foi contada pela mãe da vítima, dona Nadir Bueno, em uma entrevista bem emotiva a TV Centro América.

 Na entrevista, a mãe conta que ele insistia em não acreditar na doença, e que ela sempre alertava o filho:

“Ele era caminhoneiro, tinha 32 anos e 5 meses. Ele não acreditava no Covid. Ele falava que não existia Covid, que era politicagem. E eu falava: ‘não, meu filho, não é. Cuidado! Nenhum político vai fazer uma coisa dessas’. Porém, ele não acreditava”.

Segundo Nadir, o filho passou mal na cidade de Vilhena, em Rondônia, onde foi buscado por familiares. Ele ficou cerca de vinte e dois dias internado no Pronto Socorro e no Hospital Metropolitano, vindo a falecer na última quarta-feira (17). Ele era filho único.

No boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado na quarta-feira (17), não constam comorbidades para o rapaz. Mato Grosso tinha, até aquele dia, 272 óbitos confirmados por coronavírus, além de 7.361 casos. Na última segunda-feira (22), os mais recentes dados mostraram 394 mortes e 10.270 casos confirmados da doença.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 24 de junho de 2020 às 13:12:34