http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/05/amp-WhatsApp-Image-2019-05-26-at-16.19.51.jpeg

Cuiabá, segunda, 17 de junho de 2019

MOBILIZAÇÃO NACIONAL

Cuiabanos fazem carreata em defesa de projetos do governo Bolsonaro

DA REDAÇÃO

Reprodução

Manifestantes saíram em carreata pelas ruas de Cuiabá em defesa do governo do presidente Jair Bolsonaro. O ato, que é uma mobilização nacional, contou com a participação da senadora Selma Arruda (PSL), do ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e do vereado Wilson Kero Kero (PSL).

Os manifestantes exigem aprovação do pacote anti-crime, reforma da Previdência, reformas econômicas, CPI da ‘Lava Toga’, garantia de que o COAF fique sob controle do Ministério da Justiça e que o STF não ‘legisle’. A Polícia Militar não informou o número de manifestantes que se aglomeraram na Praça das Bandeiras, ponto de partida da carreata.

Os atos acontecem em várias cidades do país desde o período da manhã. Desta vez, grupos de direita que tradicionalmente participam de atos desta natureza, como Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem pra Rua, não participam. Em Mato Grosso, o ato teve como linha de frente o grupo Direita Mato Grosso e políticos e assessores ligados ao PSL.

O coordenador do grupo Direita Mato Grosso, Rafael Yonekubo, reforçou que o ato deste domingo (26) tem como objetivo demonstrar o apoio dos eleitores ao governo Bolsonaro.

“Tivemos uma mobilização muito grande pelos grupos de WhatsApp e Facebook, então, a adesão é grande também. O ato mostra que o presidente Bolsonaro ainda tem o apoio que conseguiu durante a campanha”, explicou.

Por whatsapp, os organizadores do ato divulgaram ao longo da última semana que o ato de Cuiabá se inicia na Praça das Bandeiras à partir das 15h e de lá segue para a Avenida Getúlio Vargas, com parada breve na Praça Alencastro, passagem pelo Choppão e encerramento na Arena Pantanal.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 26 de maio de 2019 às 19:26:40
  • 26 de maio de 2019 às 18:44:45

2 respostas para “Cuiabanos fazem carreata em defesa de projetos do governo Bolsonaro”

  1. Thiago disse:

    Esse ato teve quantos participantes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *