https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/06/sorriso-14-1.jpg

ARIPUANÃ

Garimpeiro é morto com três tiros ao separar briga de casal em MT

PJC-MT

O garimpeiro Armindo Fogaça, de 58 anos, foi morto com três tiros após defender uma mulher que era agredida pelo marido, na noite de domingo (30), em um garimpo ilegal em Aripuanã (976 km de Cuiabá), o crime ocorreu por volta das 22h.

Segundo a Polícia Judiciária Civil (PJC), a mulher de 35 anos, era espancada pelo companheiro D.L.S. também de 35 anos, ao ver a cena, Armindo interveio em favor da mulher. O agressor deixou o local e retornou depois, com uma arma de fogo e deu três tiros contra a vítima, os disparos acertaram nas mãos, barriga e tórax.

garimpeiro.jpg

O garimpeiro chegou a ser socorrido e levado para o hospital de Aripuanã. Ao ser transferido para o Hospital Regional de Juína (737 km da Capital), ele não resistiu e morreu no caminho, devido à gravidade dos ferimentos.

N.S. também foi atendida no hospital de Aripuanã, pois, tinha ferimentos na cabeça. Ela deixou o local antes da chegada dos policiais.
D.L.S. não foi preso. A PJC investiga o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 2 de julho de 2019 às 09:42:05
  • 2 de julho de 2019 às 08:09:40