https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/38018e828f3258926e37fe633566d410-e1563996853110.jpg

VEM NOVIDADE

Valesca Popozuda grava videoclipe de ‘Fada Madrinha’ em cima de unicórnio

Leo Franco/AgNews

Valesca Popozuda gravou o clipe da nova música, Fada Madrinha, na segunda-feira (22). As gravações aconteceram em Campinas, interior de São Paulo, com direito a cenários coloridos, varinha mágica, unicórnio e até príncipe encantado.

Nos bastidores, a cantora deu detalhes do que o público pode esperar do vídeo inédito, ainda sem data de lançamento.

— A ideia era fazer uma coisa bem lúdica, bem colorida, com vários cenários, vários looks, com dança e balé. Todo esse processo foi criado para ficar um mundo mesmo de fada.

Valesca contou ainda que participou de toda criação do novo trabalho, desde a produção da música até a organização do roteiro do clipe, com a ajuda do diretor, Arthur Moric. Ele aproveitou para explicar o conceito do vídeo.

A cantora gravou com um “príncipe”

— A gente está tentando humanizar esse mundo que a Valesca vai emergir aos poucos. Tem um momento que ela entra num sono profundo e viaja pelo mundo da fantasia, encontrando personagens diversos, fantásticos, engraçados, cômicos, que vão fazer você lembrar da sua infância, do mundo da fantasia. Só que tudo isso contado de uma nova forma. A gente está reinventando o que você já viu.

Desde a primeira música de trabalho, Beijinho no Ombro, a cantora surpreende o público ao investir nos clipes. Valesca já lançou diversas superproduções, que já viraram uma marca registrada dela.

—  A gente sempre busca seguir a mesma linha. É claro que depende muito da verba que a gente tem no momento, dos parceiros… Mas a gente sempre busca fazer a música junto com o clipe e ser cada vez mais grandioso.

Conto de fada x vida real

No clipe, Valesca tem uma varinha mágica e consegue obter algumas vantagens com o acessório especial. Se tivesse essa chance no mundo real, a cantora realizaria apenas um desejo.

Um unicórnio fez parte do “conto de fadas” de Valesca

— Eu usaria para tirar as pessoas da rua, que dormem no relento. Daria uma casa para elas ou faria um galpão e botaria todo mundo. Ia tomar conta de tudo mundo. Acho que é isso, acabar com a pobreza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais