https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/208605.jpeg_gde-785x466.jpeg

CRIME EM 2014

Servidor estadual é acusado de estuprar neta de 10 anos; polícia investiga

Ilustrativa

Um servidor público estadual é acusado de estuprar sua neta em 2014, quando ela tinha 10 anos, em Cuiabá. O suspeito é servidor público da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat)

A adolescente só teve coragem de contar à mãe no dia 02 deste mês, ou seja, cinco anos depois dos abusos sexuais, após participar de uma palestra na escola e ser orientada a denunciar.

A adolescente passou por uma perícia médica que confirmou uma “conjunção carnal antiga”, mas não é possível confirmar quanto tempo nem o período no qual a vítima ficou submetida aos abusos sexuais.

Hoje com 15 anos, a vítima relatou que foi estuprada pelo período de oito meses na casa dos avós paternos.

Em determinado dia, o acusado teria a ameaçado de morte com uma tesoura para consumar a violência sexual, que teria acontecido por várias vezes.

A mãe da adolescente foi até ao trabalho do acusado, discutiu com ele no meio do pátio da empresa, onde vários outros funcionários acompanharam a briga.

O crime foi registrado como estupro de vulnerável e ameaça. Foi solicitado medidas protetivas contra o avô e filhos do acusado, por medo de represálias da família após a denúncia. A Polícia Civil investiga o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 25 de julho de 2019 às 10:14:51
  • 25 de julho de 2019 às 10:13:53