https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Reunião-para-construção-do-Plano-de-Ação-da-Reserva-da-Biosfera-do-Pantanal-2020-–-2023.jpg

ETAPA MT

Comitê estadual elabora Plano de Ação da Reserva da Biosfera do Pantanal

Sema/MT

Representantes do Comitê Estadual de Mato Grosso se reuniram na quinta-feira (18.07) para a Elaboração do Plano de Ação da Reserva da Biosfera do Pantanal 2020 – 2023. As discussões tiveram participação de consultores que tem experiência com Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, localizada entre Minas Gerais e Bahia. A oficina teve participação de servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), que fazem parte do Comitê.

Após a reunião em Mato Grosso, os consultores presentes em Cuiabá se reuniram com o Comitê de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, na sexta-feira. Todos os assuntos discutidos e analisados nos dois estados foram encaminhados para o Conselho da Reserva da Biosfera do Pantanal, em Brasília, para a elaboração do Plano de Ação.

Na oficina de Mato Grosso foi debatido o Plano de Ação do Pantanal 2016 – 2019 e analisados os resultados alcançados, verificando se cumpriram as metas de promover a função de conservar, desenvolver, estruturar e divulgar a Reserva da Biosfera do Pantanal. Após esta etapa foi iniciada a discussão conjunta para construção do Plano 2020-2023.

O plano é formado por objetivos de curto, médio e longo prazo para promover a função de conservação, de desenvolvimento, de apoio logístico, conhecimento científico e tradicional, implantar a estrutura de gestão e promover a comunicação e marketing da Reserva da Biosfera.

Entre os objetivos do Plano está o de estimular a implantação e gestão de unidades de conservação já criadas e também a criação e ampliação de novas unidades de conservação e demais áreas protegidas; Elaborar mapa de uso e ocupação do solo e mapa com localização das comunidades tradicionais; Reconhecer e promover os saberes e fazeres tradicionais e suas práticas; Criar o selo para comercialização de produtos da Reserva da Biosfera do Pantanal; Promover o monitoramento socioambiental no território Reserva da Biosfera.

Alguns objetivos já foram realizados como o da posse dos membros e criação do regimento interno do Conselho da Reserva da Biosfera do Pantanal e dos comitês estaduais, identificar oportunidades de divulgação da Reserva da Biosfera, por meio de eventos, seminários e palestras e promover o intercâmbio com a Rede de Reservas Nacionais e Internacionais.

Reserva da Biosfera do Pantanal

O pantanal mato-grossense é reconhecido pela Unesco como Reserva da Biosfera Mundial. A reserva da Biosfera é um modelo de gestão integrada, participativa e sustentável de recursos naturais em locais de excelência para trabalhos de pesquisa cientifica, experimentação, conservação e desenvolvimento responsável.

Para manter o título, um dos requisitos é ter um plano de ação. Para sua formulação dois comitês estaduais, um em Mato Grosso e outro em Mato Grosso do Sul, subsidia e apoia o Conselho da Reserva da Biosfera.

O superintendente de Mudanças Climáticas e Biodiversidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Elton Silveira, explicou a importância do plano de ação para o turismo, desenvolvimento sustentável e conservação do Pantanal:

“É necessário divulgar o nome da Reserva da Biosfera do Pantanal nos trabalhos, eventos ou qualquer atividade desenvolvida no local e por isso um dos objetivos é criar o selo da Reserva da Biosfera que poderá ser usado em todos os produtos e serviços específicos da região, agregando valor econômico. Também estão em evidência os núcleos da Reserva da Biosfera, que são as unidades de conservação, para a implantação e uso dessas áreas e impulso do turismo ecológico”.

Comitês Estaduais e Conselho da Reserva da Biosfera

O Comitê de Mato Grosso é composto por membros do governo Estadual, Instituto Chico Mendes de Conservação (ICMBio), Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (FIEMT), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Fundação Nacional do Índio (Funai), representantes de municípios inseridos nos limites da Reserva da Biosfera do Pantanal em Mato Grosso, representantes do setor econômico e produtivo, universidades, centros de pesquisas, associações tradicionais, Organizações Não Governamentais (ONGs) e sociedade civil.

O Conselho Executivo da Reserva da Biosfera do Pantanal é composto pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Governos de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e sociedade civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais