https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/298764-_48A3799.jpg

PRIMEIRO SEMESTRE

Homicídios caem 12% e roubos e furtos também reduzem

Lenine Martins/Arquivo Sesp

Os casos de homicídio em Mato Grosso reduziram 12% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Conforme dados consolidados pela Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) foram registrados 415 casos de assassinatos este ano e 473 no mesmo período de 2018

A quantidade de roubos e furtos no Estado também teve redução de 22% e 11%, respectivamente. De janeiro a junho foram registradas 7.308 ocorrências de roubos, enquanto no ano passado foram 9.393 casos. Os números de furtos acumulam 22.711 boletins de ocorrência contra 25.412 casos nos primeiros seis meses de 2018.

De janeiro a junho de 2019 houve registro de 1.059 casos de roubo de veículos, uma redução de 10%, em comparação com o mesmo período do ano passado, que apresentou 1.177 casos. Furtos de veículos caíram 1%, com 1.228 casos neste ano, ante a 1.244 registros no período anterior.

Na avaliação do secretário-adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes, os números representam um resultado do empenho de todas as forças que compõem o sistema de segurança pública tanto na prevenção, quanto na repressão.

“A gente observa os números de ações e operações que as forças policiais vêm trabalhando e desenvolvendo nesse primeiro semestre e o reflexo está nos índices. As operações têm sido elaboradas exatamente em cima das localidades que vão apresentando as variações dos índices”, pontua.

Ele cita como exemplo a Operação Progressão, que por meio do trabalho da inteligência e do planejamento da Secretaria Adjunta de Integração Policial, monitora os índices criminais semanalmente para que os gestores da Segurança Pública possam acompanhar a progressão de ocorrências.

“A medida que a gente vê que algum município, alguma região integrada de segurança pública, destoa nos índices de criminalidade, principalmente aqueles que acompanhamos diariamente, como roubo, furto e homicídios, atuamos com todas as forças de segurança pública para que foquem em ações e operações voltadas a reduzir a variação apresentada naquele município em específico. Então, eu acredito que isso contribui para que possamos atuar na redução de alguns números”, explica.

O coronel Fortes destaca ainda a necessidade da população em fazer o registro do boletim de ocorrência, pois o documento é fundamental para direcionar as ações policiais e o planejamento da Secretaria de Segurança Pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 1 de agosto de 2019 às 07:22:48
  • 31 de julho de 2019 às 10:01:00