https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/06/Valtenir-Luiz-Pereira-Deputado-federal-do-PMDB-Mato-Grosso.jpg

DIA RUIM

Operação no dia do aniversário da filha e “bolo” na Polícia Federal

Laíse Lucatelli / Olhar Direto

O suplente de deputado federal, Valtenir Pereira (MDB), não deve prestar depoimento à Polícia Federal, nesta quinta-feira (22).

Havia uma expectativa que Pereira fosse ouvido pelos delegados da PF, por volta das 15 horas, na sede da Instituição, mas fontes informaram que ele não teria vindo de Brasília, no voo previsto para as 9 horas. Com isso, deve ficar para amanhã a sua oitiva.

Em nota divulgada para imprensa, Valtenir se disse surpreso com a Operação Tapiraguia desencadeada, nesta quinta-feira (22), em Mato Grosso e Brasília, em cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua casa, no dia do aniversário da filha.

Ele é acusado de montar um esquema criminoso em conluio com empresários e prefeitos de Confresa/MT, Serra Nova Dourada/MT e assessores parlamentares. Segundo a PF, cerca de R$ 601 mil teriam sido utilizados para pagamentos de propina. Valtenir nega que tenha cometido crimes.

VEJA NOTA NA ÍNTEGRA

Fiquei surpreso com a diligência que foi realizada em minha residência nessa manhã do dia 22/08/19, dia do aniversário da minha Filha.

Estou absolutamente tranquilo porque não fiz nada de errado. A relação que tenho com as prefeituras em questão é institucional e de muito trabalho. 

Tudo será devidamente esclarecido na instância adequada. Estou à disposição das autoridades e confio na Justiça!

Assessoria de Imprensa

VALTENIR PEREIRA (MDB-MT)

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 22 de agosto de 2019 às 16:11:35