https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/376beff02712a04c7d3b64bba4df59e6-785x466.jpg

CALOR INTENSO

Com temperaturas altas, especialista dá dicas de como manter corpo hidratado

Marcos Vergueiro

Cuiabá está passando por dias quentes, com temperaturas ultrapassando os 40° C. Com isso, o consumo de água dever ser reforçado e outros cuidados também têm que ser tomados, para não prejudicar a saúde, como ficar queimado de sol ou desidratado.

O consumo de água é essencial para manter o corpo hidratado. O uso de protetor solar tem que ser regular e diariamente sem falta, pois protege até de câncer de pele.

Em entrevista ao Mato Grosso Mais, o diretor-presidente do Hospital Beneficente Santa Helena e clínico geral, doutor Marcelo Sandrin, alerta como agir e se proteger dos malefícios do calor intenso sobre o corpo nesta época do ano, na baixada cuiabana.

“Toda proteção que a gente puder ter é melhor, o sol e os raios ultravioletas são muito grandes nesta época do ano, principalmente, na nossa região. Os protetores solares, em cremes e géis, têm suas especifidades com a cor da pele, e até com a idade, temos que usar um bom produto, com um auto fator de proteção solar. Temos que lembrar que existe as sombrinhas, e guarda-sol, os chapelões que são muito bons para nos proteger. Temos os tecidos que têm fator de proteção em suas fibras”, disse o doutor.

Marcelo Sandrin: dicas para suportar temperaturas altas em Cuiabá. Foto: Divulgação

Não devemos preocupar somente com a pele, o nosso corpo por completo tem que receber uma atenção maior neste período do ano.

Os olhos também sofrem com a poluição e com o tempo seco. Pessoas que sofrem de alguma doença crônica, devem, sim, ter uma observação melhor com suas ações de prevenção à saúde.

“Além de nossa pele ser muito sensível, temos que proteger também os nossos olhos, nós precisamos de uma boa umidade nos olhos, e sempre usar colírio protetor. Devemos nos hidratar muito bem, pessoas com insuficiência cardíaca, elas têm restrições, pacientes com insuficiência renal e cirrose têm que ter controle maior de suas ações. A hidratação é fundamental, mas também temos que ter cuidado de como e com o que ela é feita”, esclareceu Marcelo.

Sandrin fez um alerta para uns dos produtos mais recorridos pela população, para fugir do calor intenso, a cerveja pode parecer um alívio na sequidão e nas altas temperaturas, mas por dentro, no organismo, ela desregula o nosso sistema digestório.

“As pessoas condenam muito, quase tudo, só não condenam muito o álcool, nesta época devemos evitar qualquer tipo de álcool, principalmente a cerveja, elas são hipercalóricas, induzem ao vício e desidrata o corpo, porque o álcool tem efeito diurético que desidrata o corpo”, alertou o diretor.

Seguindo com as dicas, o Doutor Marcelo faz um alerta para os idosos e para quem tem problemas cardíacos. “Para idosos que tem problemas cardíacos, o melhor é fazer atividade no período da tarde, sempre orientado por um médico profissional, a maioria dos infartos e problemas cardíacos, ocorrem pela madrugada e pela manhãzinha”, alertou.

Quem tem problemas gástrico, refluxo devem evitar bebidas carbonárias. Tomar com moderação um refrigerante, ou sucos de modo global, não tem problema, só tem que lembrar que o maior problema é o açúcar.

Para as atividades físicas é importante manter a hidratação, fazer o uso de um carboidrato que te ajude, calórico, e priorizar as manhãs ou o finalzinho da tarde.

Com o aumento da temperatura, que gera um consumo muito maior de água mineral, e como o mercado funciona na lei da oferta e procura, é bom ficar atento nos preços de água que podem aumentar agora em setembro.

O supervisor de venda da empresa Água Mineral Clássica, Marcos Moura, disse ao Mato Grosso Mais, que espera que o início deste mês de setembro, a distribuição de água em Cuiabá aumente na nossa região.

“No mês de agosto a distribuição foi estável, mass já vislumbramos o aumento de venda de água para a região da baixada cuiabana”, disse Moura.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de setembro de 2019 às 13:00:39
  • 2 de setembro de 2019 às 21:07:23