https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/sad-1-.jpg

VÍDEOS IMPRESSIONANTES

Cuiabanos devem ficar atentos ao fenômeno ‘cabeça d’água’ em beira de rios

Ciopaer

Como sabemos muito bem, e damos o apelido carinhoso de Cuiabrasa, temos os termômetros quase sempre próximos aos 40º, e com isso, uma das fugas dos cuiabanos é ir para os rios que cercam nossa cidade.

Com a proximidade e com facilidade de encontrar esses verdadeiros oásis, durante o ano todo, os banhistas têm que ficar atentos para não serem surpreendidos com uma ‘cabeça d’água’, que é muito perigoso nessa época do ano. Veja os vídeos no final da matéria.

Na última sexta-feira (3) um garoto e 3 adultos ficaram presos em ‘ilha’ no Rio Cuiabá, e tiveram que ser resgatados por um helicóptero, na região do Coxipó do Ouro, em Cuiabá.

O motivo foi um fenômeno conhecido como ‘cabeça d’água’ que muda rapidamente o volume e velocidade da água do rio.

Então é muito importante que nessa época do ano estejamos sempre atentos quando fomos para a beira dos rios de Cuiabá.

Tromba ou cabeça d’água?

Conforme explicou a meteorologista Naiane Araújo, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ao site UOL, “a  cabeça d’água é uma área de instabilidade intensa que causa chuva volumosa na cabeceira de um rio ou cachoeira”, explica.

Uma nuvem grande de repente se rompe em uma pancada de chuva rápida e muito intensa. Ela despeja muita água em um curto período de tempo, aumentando repentinamente o volume do rio ou cachoeira, por isso o perigo.

Já a tromba, explica ela, é quando uma nuvem intensa de chuva forma um funil sobre uma área aberta com muita água. “A nuvem se forma sobre o mar, rio, represa. O giro da nuvem chega a erguer um volume d’água. É mais comum no Norte do Brasil”, diz a especialista.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de janeiro de 2020 às 17:55:52
  • 6 de janeiro de 2020 às 14:43:50