https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/thumbs3-2.jpg

REVOGADA A LIMINAR

TJMT determina retomada da Comissão Parlamentar de Inquérito contra Emanuel Pinheiro

Montagem

A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), revogou uma liminar que “congelava” a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), conhecida como CPI do Paletó, em sua decisão do último dia 10 de janeiro.

O inteiro teor da revogação da limiar, só vai ser publicada após o recesso forense do TJMT, que termina no dia 20 deste mês.

A decisão tem efeito imediato, onde já pode ser dada a continuidade dos trabalhos de investigação da comissão. Mas a Câmara Municipal de Cuiabá também está em recesso, e só volta aos trabalhos dia 04 de fevereiro.

Procurado pela redação do Site Mato Grosso Mais, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) respondeu sobre essa decisão do dia 10.

“É o que eu sempre tenho dito, com relação a essa e a todas as outras CPIs, não me envolvi para criar, não me envolvi no funcionamento, não me envolvi na judicialização e não vou me envolver em nenhuma decisão da CPI, muito menos nas decisões judiciais. É uma questão interna da Câmara Municipal de Cuiabá”, respondeu o prefeito.

A CPI investiga eventual quebra de decoro do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), com base em um vídeo que mostra o prefeito recebendo maços de dinheiro, supostamente de propina, no Palácio Paiaguás.

O processo foi impetrado pelo vereador Diego Guimarães (PP), que conseguiu, judicialmente, a retomada dos trabalhos da comissão em outubro passado.

Mas, dias depois, o presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (PSB), entrou com recurso e conseguiu, através de uma liminar, “congelar” os trabalhos da comissão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 14 de janeiro de 2020 às 08:16:09