https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/logo-microsoft-620-original.jpg

Governo de MT - MT Mais Social - Setembro

DESDE 1975

Microsoft vai retirar do meio ambiente todo seu carbono emitido

Logo/reprodução

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (16), durante evento no seu campus em Redmond, Washington, metas para se tornar carbono negativa até 2030. Além disso, o projeto aponta que até 2050 a empresa deverá remover do meio ambiente todo o carbono emitido por ela desde sua fundação, em 1975.

As metas foram apresentadas pelo CEO da empresa, Satya Nadella, o presidente Brad Smith, a CFO Amy Hood, e o diretor ambiental Lucas Joppa.

Em publicação no blog oficial, Smith detalhou o plano da Microsoft e a preocupação com o meio ambiente. “Se não reduzirmos as emissões e as temperaturas continuarem subindo, a ciência nos diz que os resultados serão catastróficos”, disse o executivo.

No início do ano, cientistas do Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus (C3S) divulgaram que 2019 foi o ano mais quente da história. Nesta semana, NASA e Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA apontaram que foi o segundo ano mais quente de todos.

“Enquanto o mundo precisa buscar o zero líquido, aqueles de nós que podem se mover mais rápido e ir mais longe devem fazê-lo”, afirmou Smith.

A companhia também anunciou um novo fundo de inovação de US$ 1 bilhão para acelerar o desenvolvimento global de tecnologias para redução, captura e remoção de sistema, máquinas e serviços relacionados à produção de carbono.

Até julho de 2021, a empresa promete implementar novos processos e ferramentas de compras, além de incentivar fornecedores a reduzir suas emissões. “Trabalharemos com nossos fornecedores para implementar relatórios consistentes e precisos e tomar medidas eficazes para progredir em relação a metas com base científica”, afirma a publicação.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *