https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/12/WhatsApp-Image-2017-12-20-at-16.53.28.jpeg

DESVIOS NA SEDUC

Justiça atende pedido de Taques e ex-governador vai ter acesso à delação de empresário

TCE-MT

A juíza da Vara de Combate ao Crime Organizado, Ana Cristina Mendes, deferiu pedido e autorizou o ex-governador Pedro Taques (PSDB) ter acesso à delação do empresário Geovani Belato Guizardi, um dos réus da Operação Rêmora.

A decisão é do dia 19 de dezembro de 2019, mas publicada somente nesta terça-feira (21) no Diário de Justiça Eletrônico do Poder Judiciário.

A ação tramita em segredo de Justiça.

A Operação Rêmora foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco – para investigar suspeitas de fraudes em contratos e licitações em obras da Secretaria de Educação do Estado na gestão do tucano.

Além de Guizardi, o ex-secretário de Educação do Estado, Permínio Pinto (PSDB), o empresário Alan Malouf, os ex-servidores da Seduc, Fábio Frigeri e Wander Luiz dos Reis também viraram réus.

As fraudes no caráter competitivo dos processos licitatórios começaram a ocorrer em outubro de 2015 e dizem respeito a, pelo menos, 23 obras de construção e/ou reforma de escolas públicas em diversas cidades do Estado de Mato Grosso, cujo valor total das obras ultrapassa o montante de 56 milhões.

Segundo o chefe do Gaeco, à época, promotor Marco Aurélio, o valor desviado chegou a pouco mais de R$ 1 milhão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 22 de janeiro de 2020 às 07:50:26
  • 22 de janeiro de 2020 às 07:14:32