https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/ImagemNoticiasTribunal.jpg

PREVISÃO

Tribunal de Justiça prevê entrega de Fórum de VG ainda em 2020

Assessoria

Nesta sexta-feira (31 de janeiro), uma comitiva de integrantes do Poder Judiciário de Mato Grosso, encabeçada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, e pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Ferreira da Silva, esteve in loco nas obras do edifício que abrigará o novo Fórum da Comarca de Várzea Grande, no bairro Chapéu do Sol. Os magistrados percorreram o local e puderam constatar o rápido avanço das obras, que poderá ser entregue ainda em 2020.
“As obras tiveram início em novembro de 2018 e a nossa expectativa, se tudo transcorrer conforme esperamos, é que o novo Fórum seja entregue ainda este ano, antes do prazo contratual previsto. Sabemos que essa é uma obra muito esperada pela população e que irá ofertar instalações físicas modernas e adequadas aos servidores, operadores do Direito e, sobretudo, aos jurisdicionados, que clamam pelos serviços da Justiça Estadual, com segurança e conforto”, afirmou o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.
Já o corregedor-geral da Justiça lembrou que o prédio que abriga o Fórum atual possui mais de 30 anos e não mais comporta as necessidade nem do público interno nem do externo. “Creio que até dezembro poderemos entregar à cidade de Várzea Grande um novo espaço que concretiza o desejo do Judiciário de ofertar condições dignas à população local”, complementou o desembargador Luiz Ferreira da Silva.
Com 21.424,27 metros quadrados de área construída, o novo complexo judiciário contará com três pavimentos. Terá capacidade para abrigar 21 varas, quatro juizados, Tribunal do Júri, 260 vagas de estacionamento (com vagas exclusivas a pessoas com deficiência e idosos), elevadores e rampas.
Além disso, a edificação conta com sistema de reutilização de água e sistema de tratamento de esgoto próprio, conforme determinações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no que tange à acessibilidade e sustentabilidade. No local funcionará também a subseção da OAB do município, a Defensoria Pública e Ministério Público. Atualmente, o obra está na fase final da superestrutura.
Presente à visita, o presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso, Leonardo Campos, salientou que o espaço é moderno, amplo e irá trazer melhorias concretas na entrega da justiça aos cidadãos da cidade.
“Hoje tivemos a oportunidade conhecer as obras do complexo jurídico de Várzea Grande, uma vez que sediará não só o fórum, mas também os juizados cíveis, criminal e o tribunal do júri. As obras estão em um ritmo muito acelerado, com ambiente moderno mostrando que este será um espaço que irá acompanhar o crescimento populacional de Várzea Grande e com certeza trará mais conforto para a sociedade e para a advocacia. Tenho certeza que o novo prédio também impactará positivamente na celeridade e na melhor distribuição de justiça.”
Já a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Várzea Grande, Flávia Petersen Moretti, que também acompanhou a visita, se diz animada com a evolução das obras do novo Fórum.
“Estou muito grata pelo empenho do presidente do Tribunal de Justiça em antecipar esse cronograma para fazer essa entrega à sociedade, aos advogados e ao próprio Judiciário. Quero deixar bem claro que será um marco histórico para o nosso município! Realmente essa equipe está empenhada e trabalhando a contento para que esse sonho se concretize. Teremos mais dignidade no atendimento ao cidadão e no trabalho do servidor público. Várzea Grande tem previsão de crescimento econômico nos próximos anos e com certeza o novo Fórum vai nos atender 100%”, enfatizou.
O juiz-diretor do Foro de Várzea Grande, Eduardo Calmon de Almeida Cezar, destacou a mudança de paradigma a ser vivenciada pela comarca, ao sair de um prédio com 4,8 mil metros quadrados para quase 22 mil metros quadrados.
“O novo fórum se situa em uma área conhecida como Nova Várzea Grande, um local de plena expansão no sentido de desenvolvimento. A expectativa dos servidores e magistrados é bastante alta, pois, além de facilitar o acesso ao fórum, vai melhorar a qualidade de vida de todos. E, embora se situe em Várzea Grande, se localiza entre o centro da cidade e o centro de Cuiabá. O bairro possui vias largas, amplas, com edificações planejadas. Os servidores e a população poderão se deslocar com mais agilidade e também já há o compromisso de implementar o transporte público. Para a população, é um excelente lugar e futuramente existe a possibilidade de expandir o centro político para aquela região”, assinalou.
Além da equipe técnica, também visitaram a obra o juiz auxiliar da Presidência Luiz Octávio Oliveira Saboia Ribeiro; o juiz da Primeira Vara Criminal de VG, Murilo Moura Mesquita; o juiz da Segunda Vara Especializada da Fazenda Pública de VG, Wladys Roberto Freire do Amaral; a juíza da Segunda Vara de Família e Sucessões de VG, Christiane da Costa Marques Neves; o secretário-geral da OAB, Flávio José Ferreira; o secretário-geral adjunto da OAB/MT, Fernando Augusto Vieira de Figueiredo; a delegada da Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), Marizete França; o conselheiro da OAB Rodrigo Araújo; entre outras autoridades.
O Fórum de Várzea Grande foi instalado em 18 de dezembro de 1984 e em 1990 foi elevado à categoria de Entrância Especial. Atualmente a unidade judiciária conta com aproximadamente 61,5 mil processos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *