https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/WhatsApp-Image-2019-06-18-at-11.32.39-785x466.jpeg

RESPOSTA RÁPIDA

Prefeito exonera, ao vivo, diretor da Semob acusado de agressão contra equipe de TV

Abdalla Zarour

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), exonerou, ao vivo, no programa Balança MT, agora há pouco, o diretor da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Michel Diniz.

O chefe do executivo municipal também determinou a abertura de um processo administrativo disciplinar contra o servidor.

A decisão do prefeito foi tomada após tomar conhecimento que Diniz foi acusado pela equipe de reportagem da TV Cidade Verde de ter sido agredida por ele, na manhã desta quinta-feira (20), enquanto os profissionais de imprensa investigavam uma denúncia contra a Semob.

Segundo o repórter Ricardo Martins, Diniz teria quebrado a câmera da tv e ainda teria agredido o cinegrafista, que sofreu uma fratura no dedo.

O incidente ocorreu quando a equipe fazia uma matéria sobre um veículo da Semob que foi flagrado, nesta quarta-feira (19), circulando nas ruas, com documento atrasado.

A equipe da TV Cidade Verde estava fazendo uma reportagem de que o carro, que deveria estar no pátio da Semob, não havia sido apreendido.

Segundo o jornalista Ricardo Martins, quando estava checando a denúncia, foi cercado por 15 agentes da Semob que teriam agredido ele e o cinegrafista.

A equipe de reportagem acionou a Polícia Militar, que encaminhou todos os envolvidos para a Central de Flagrantes de Cuiabá. Todos prestarão depoimentos ao delegado plantonista.

A TV Cidade Verde, agora há pouco, emitiu uma nota de repúdio sobre o assunto.

NOTA DE REPÚDIO

A TV Cidade Verde manifesta seu veemente repúdio à agressão sofrida na manhã desta quinta-feira (20) pelo repórter Ricardo Martins e pelo cinegrafista Odilson Zardo, que estavam no exercício da profissão, apurando uma denúncia sobre um carro da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) que circula pela Capital durante a realização de fiscalizações e aplicação de multas, estando supostamente em situação irregular.

Ao chegar à Semob para apurar a denúncia, a equipe da TV Cidade Verde foi agredida pelo diretor de Trânsito da Secretaria, Michel Diniz, que quebrou a câmera e machucou o Odilson Zardo. O profissional tinha marcas de sangue em virtude da agressão. O diretor ainda tentou dar uma “chave de braço” e enforcar o repórter Ricardo Martins. A equipe registrou um boletim de ocorrência.

O episódio mostra uma situação grave de desconhecimento do papel da imprensa e uma afronta ao direito de liberdade de expressão. É importante destacar que um país democrático precisa de uma imprensa livre que possa efetivamente comunicar à população sobre o que está acontecendo nas diversas esferas dos poderes, sempre com apuração e responsabilidade.

É muito grave, triste e lamentável esse episódio de violência contra a equipe de reportagem da TV Cidade Verde. Jornalistas no exercício da profissão não podem ser cerceados e, muito menos, agredidos durante a produção de uma reportagem de interesse público.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 20 de fevereiro de 2020 às 19:26:26