https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/coronavirus-3.jpg

Governo de MT - MT Mais Social - Setembro

SAÚDE PÚBLICA

Médico, deputado Dr. Leonardo esclarece sobre coronavírus

Istock

O Ministério da Saúde confirmou, nesta quarta-feira (26.02), o primeiro caso de coronavírus em São Paulo. Médico com longa experiência no Sistema Único de Saúde (SUS), o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) tem usado as redes sociais para esclarecer internautas, recomendar medidas de prevenção e afastar notícias falsas.

O caso confirmado na Capital paulista é o primeiro no país e em toda a América Latina. Outros 20 casos em investigação e suspeitas descartadas têm levado seguidores a questionarem o deputado sobre a veracidade das informações.

“Temos um caso confirmado. Mas não é motivo para alarde. Alguns esclarecimentos básicos podem afastar o risco de contaminação. O Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. Estamos na fase de contenção, que é evitar que o vírus se espalhe.”, afirmou Dr. Leonardo.

O parlamentar tem feito transmissões ao vivo pelo Facebook e instagram @drleonardomt e tem esclarecido internautas sobre os assuntos de saúde. Em post recente, o deputado abordou os prejuízos das notícias falsas para os programas de vacinação no país. Uma série de correntes falsas associava o autismo com a vacina contra o HPV.

“Pesquisa aponta que 67% da população brasileira acredita em alguma informação falsa sobre a eficácia e os efeitos das vacinas. São mentiras como essa, sem base científica, que estão influenciando no comportamento de muitas pessoas. Por ser médico e ter atuado no SUS, lamento os prejuízos causados pelas fake news aos programadas de imunização do Brasil. Temos que combater a desinformação”, ressaltou.

Dr. Leonardo observa que todas as ações e medidas seguidas estão de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) e, diariamente, atualizações são informadas em coletivas e boletins epidemiológicos. Para mais informações, acesse www.saude.gov.br/coronavirus.

Como prevenir o novo coronavírus

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *