https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/02/TCH4354.jpg

VAGAS DE DESEMBARGADOR

Botelho diz que já conversou com o presidente do TJ e não tem mais essa de pedir dinheiro

Tchélo Figueiredo - SECOM/MT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), revelou ao Site Mato Grosso Mais, na manhã desta terça-feira (03), que já conversou com o presidente do Tribunal de Justiça (TJMT), desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, sobre o aumento de nove vagas para desembargador.

O democrata rebateu a declaração do governador Mauro Mendes, também do DEM, sobre não querer ninguém indo até ele pedir dinheiro por causa dessas novas vagas.

“Pelo que eu conversei com o presidente, com todos lá do Tribunal, não vai ter aumento de despesa, tudo foi feito dentro do orçamento deles”, disse Botelho.

No dia 27 de fevereiro, o TJMT aprovou, por unanimidade, a criação de nove vagas para desembargador.

E agora, deve encaminhar um projeto para Assembleia Legislativa, que deve referendar a criação de 30 para 39 vagas de desembargadores.

“Nós vamos fazer a análise normal, encaminhar para as comissões e tal… Então não tem mais essa de pedir dinheiro nada, por que está tudo dentro do orçamento”, defendeu o presidente da casa.

Irritado com a aprovação de nove novas vagas para desembargador no TJMT, e se isso não impactaria nos cofres públicos, Mendes disparou.

“Olha, cabe ao Tribunal fazer suas contas. Só espero que no próximo ano não venham pedir mais dinheiro porque aumentarão as vagas”.

O chefe do executivo estadual deu essa alfinetada na tarde desta segunda-feira (2), após assinatura de convênio com a concessionária de energia elétrica do Estado (Energisa), na sede do Governo do Estado, na Capital.

Veja o vídeo:

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO