https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/31fcfeea9c76b192d4c505ba28233b8f.jpg

ACIMA DA MÉDIA

Mauro descarta motim de PMs em MT e lembra salários

Eduarda Fernandes e Thiago Andrade/ Governo de MT
[email protected]

GAZETA DIGITAL

O governador Mauro Mendes (DEM) não acredita que Mato Grosso terá motim de policiais militares como houve no Ceará durante a segunda quinzena de fevereiro.

O democrata destacou que Mato Grosso tem uma dos maiores salários do funcionalismo público estadual.

No Ceará, os policiais ficaram 13 dias amotinados e o movimento acabou no final de semana depois de um acordo entre o governo local e os policiais. O acordo não prevê a anistia dos participantes do motim.

O governador Mauro Mendes disse que não recebeu nenhum pleito da polícia militar. “Imagino isso acontece porque os salários públicos de Mato Grosso estão, em maioria absoluta das carreiras, entre os melhores do Brasil”.

Em Mato Grosso, os policiais militares tiveram aumento aprovado em 2014, em seguida, os policiais receberam o RGA de 2015, 2016 e parte do RGA de 2017.

Atualmente um aluno soldado recebe R$ 3.248,42, um soldado recebe de R$ 4.741,25 a 6.496,79, dependendo do tempo de serviço. O salário de cabo varia entre R$ 8.105,80 a 8.227,19.

Já um sargento recebe de R$ 8.768,45 a R$ 11.805,08 dependendo do graduação (1°, 2º ou 3º sargento) e do tempo. Um subtenente recebe de R$ 11.731,71 a R$ 11.853,08.

Quanto aos oficiais, o salário de um aluno é de R$ 8.246,95.

Um aspirante recebe R$ 11.853,08. O salário de tenente vai de R$ 13.623,54 a R$ 15.272,11 (dependendo da patente 1° ou 2° tenente e do tempo), um capitão recebe R$ 18.968,78 a R$ 19.090,16.

Um major recebe de R$ 23.741,32 a R$ 23.862,69. Um tenente-coronel recebe de R$ 27.150,29 a R$ 27.271,65. Já um coronel recebe de R$ 31.046,22 a R$ 31.167,60.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *