https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/vacina-gripe-785x466.jpg

CONTRA A H1N1

VG já aplicou 17 mil doses da vacina contra gripe em três remessas

Reprodução/TV Globo

A Prefeitura de Várzea Grande informa que já se esgotaram as doses de vacinas contra a gripe H1N1 e  solicitou ao Governo do Estado de Mato Grosso e Ministério da Saúde, mais doses da vacina. Nas três remessas recebidas já contabilizam cerca de 17.400 idosos e profissionais da saúde vacinados no município.

 

A 1ª fase da Campanha de Vacinação contra a Gripe é para os grupos prioritários idosos e trabalhadores da Saúde. Várzea Grande já recebeu 17.400 doses que se esgotaram.

 

De acordo a Técnica Responsável pela Vigilância em Saúde de Várzea Grande , Relva Cristina Silva Moura, Várzea Grande  necessita de 23 mil doses da vacina, nessa 1ª fase.

 

“Tivemos uma grande procura para vacinação nos  pontos de atendimento e nas duas unidades escolares. Estamos aguardando o Estado enviar mais doses para reiniciarmos a campanha. As unidades já avisaram seu público de abrangência, sobre a nova interrupção da ação de vacinação. Tão logo as doses forem chegando, essa parcela da população que tem que ser vacinada será avisada”, ressaltou Relva Cristina.

 

Lembrando a Técnica que a vacina, é  composta por vírus inativado, protege contra os três vírus da gripe : Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

 

“Esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, por isso se vacinar contra gripe protege o organismo”, explicou ela.

 

Calendário:

 

A 1ª fase da Campanha de Vacinação contra a Gripe começou segunda-feira (23 março ) e se estende até o dia 15 de abril. É voltada, especificamente, para idosos e trabalhadores da saúde.

A 2ª fase da campanha terá início no dia 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

A última fase, que começa no dia 9 de maio e priorizará crianças de seis meses a menores de seis anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (mães até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de abril de 2020 às 14:24:25
  • 3 de abril de 2020 às 14:00:21