https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/PEDRO-TAQUES-1.jpg

INTRIGA POLÍTICA

Taques processa conselheiro que o chamou de bandido, canalha e crápula

Gcom

O ex-governador Pedro Taques (SD) processou o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), Antônio Joaquim Moraes Rodrigues Neto, por ter lhe chamado de “pigmeu”, “impostor canalha” e outras nomes.

Durante a entrevista ao programa da Rádio Capital FM, no dia 10 de março, o conselheiro foi questionado sobre seu pedido de aposentadoria feito ao governo. Segundo Antônio Joaquim, sua aposentadoria foi negada para que ele não pudesse participar na eleição de 2018.

Conforme o ex-governador, a decisão pela aposentadoria de Antônio Joaquim não cabia a ele. Taques foi orientado pela Procuradoria Geral de Mato Grosso (PGE) a noticiar o pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Rodrigues Neto também chamou o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de “bandido”. “Este é o verdadeiro crime que cometi. Hoje, mais do que nunca, sei que sou vítima de uma trama sórdido e covarde. Uma grande farsa executada por dois bandidos, ex-procuradores do MPF, o então procurador-geral Rodrigo Janot e o Sr. Pedro Taques, desencadeada com o único objetivo de impedir a minha presença no processo eleitoral de 2018”, disse ele.

Ainda assim, figurando como opositor político de Taques, ele fez diversas declarações polêmicas no programa. “Pigmeu, impostor, canalha, bandido e crápula. Pigmeu Pedro Taques. Ele mandou para o STF perguntando se podia assinar. Um ato de cinismo, de hipocrisia”, criticou.

Inconformado, o ex-governador chegou até mesmo a ligar para a emissora. No entanto, sem cessar as ofensas, decidiu por não “bater mais boca” com o então adversário.

Como indenização, Taques pediu R$ 41,8 mil por danos morais, acrescidos de juros. A audiência de conciliação estava marcada para 29 de junho, contudo, foi cancelada. O caso está sendo julgado no 4º Juizado Especial Cível de Cuiabá. (com DG)

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 28 de julho de 2020 às 14:08:43
  • 28 de julho de 2020 às 14:06:53