https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/08/ilustrativapolicialvtr.jpg

CONFUSÃO

Integrante de facção é presa por querer vender o filho de 3 meses e ameaçar matar a própria mãe

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, procurou a base da Polícia Militar na noite de segunda-feira (3) e relatou à polícia que estava sendo ameaçada de morte pela filha que seria membro de uma facção criminosa que atua em Várzea Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima é responsável pela guarda do neto de 3 meses, por conta da filha ser usuária de drogas.

Quando a acusada entregou a criança, esta relatou que a bebê estava mal cuidada e com o cartão de vacina vencido.

Mas nesta segunda-feira, a mulher retornou até a casa da mãe e teria tentado pegar a criança a força e acabou sendo impedida.

Diante da negativa da mãe, a jovem disse que seria integrante da facção e iria mandar outros membros irem até o local matá-la.

A vítima ainda detalha que soube por terceiros, que sua filha tinha o objetivo de vender o bebê. Diante da denúncia, os policiais foram até o local e encontraram a agressora.

Ao ser relatada toda a situação, a irmã da acusada passou a agredi-la e a PM teve que intervir.

A suspeita foi detida e encaminhada para a delegacia para serem tomadas as medidas cabíveis. Uma equipe do conselho tutelar também foi chamada para acompanhar o caso.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de agosto de 2020 às 12:54:27