https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/09/auaapczyumnvzfhqbs536yyyqizh3n85rjvaiauk.jpeg

ANTECIPADA

Pepê é decisivo em classificação na Libertadores, e Grêmio freia assédio do Porto

Diego Souza voa como se estivesse na areia de Ipanema e chama atenção de dois zagueiros. A casquinha se transforma em assistência para Pepê, peito estufado para ajeitar e na sequência abrir o placar para o Grêmio.

A vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica tem a assinatura do jovem atacante, tido como inegociável pelo Tricolor no momento — e com ofertas de Wolverhampton, Atalanta e Porto.

A classificação antecipada do Grêmio na Libertadores passa pelo pé direito do camisa 23. Além da Católica, Pepê fez o gol da vitória contra o Inter. Seis pontos na conta a partir de finalizações certeiras. Também entrou na história ao marcar o gol de número 300 pelo clube na competição.

Vamos além: nos últimos cinco jogos nos quais esteve em campo, Pepê balançou as redes quatro vezes. Viu a lacuna deixada pela saída de Everton e apareceu para tomar o protagonismo.

— Ficamos felizes no momento que descobrimos um garoto e eles são vendidos. O último foi o Everton. E o Pepê já estava pedindo espaço. Vinha rendendo, vem nos ajudando, é fruto do trabalho do profissional e base. Tem dado conta do recado — destaca o técnico Renato Portaluppi.

A importância de Pepê dentro da equipe faz o Grêmio rechaçar qualquer chance de negociá-lo no momento. Nos últimos dias, o Porto apareceu para tentar levar o atacante. O Tricolor recusou.

A imprensa portuguesa fala em oferta de 10 milhões de euros (R$ 66,2 milhões). Conforme uma fonte da diretoria gremista, no entanto, o valor foi maior. A resposta para o Porto é clara e direta: “não está à venda”.

A venda de Everton fechou as contas para 2020. Portanto, a intenção do Grêmio não é se desfazer de nenhum atleta no momento. Menos ainda Pepê, decisivo neste momento. Mas a lógica é igual para Jean Pyerre, por exemplo, recentemente na mira do Palmeiras.

Além dos portugueses, a Atalanta, da Itália, e o Wolverhampton, da Inglaterra, fizeram contatos e começaram a negociar pelo atacante. O Grêmio pode até manter as conversas, mas a negativa é sempre a mesma.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 30 de setembro de 2020 às 13:00:25