https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/10/Fiscalizacao-apreende-dois-mil-metros-de-rede-na-Baixada-Cuiabana.jpg

PESCA PREDATÓRIA

Fiscalização apreende dois mil metros de rede na Baixada

No vale do rio Cuiabá, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) em conjunto com a Batalhão De Polícia Militar de Proteção Ambiental, apreendeu barcos, canoas e apetrechos de pesca predatória.

A operação foi realizada entre 15 e 22 de outubro nos municípios de Santo Antônio de Leverger, Várzea Grande e Barão de Melgaço.

A ação, que durou oito dias, apreendeu dois mil metros de redes de pesca, 19 kg de pescado das espécies de dourado, peraputanga, piau e piavuçu, quatro canoas descaracterizadas, duas caixas de pesca, um motor de popa 15hp, um barco de seis metros e dois tarrafões.

Três infratores foram conduzidos para a delegacia e foram multados em R$ 30 mil.  Os peixes foram doados na entidade filantrópica Casa Caminhos do Redentor e os equipamentos de pesca foram conduzidos para a sede da Secretaria.

Período de defeso

O período de defeso da piracema no Estado de Mato Grosso será entre os dias 1º de outubro de 2020 e 31 de janeiro de 2021 e inclui os rios das Bacias Hidrográficas do Paraguai, Amazonas e Araguaia – Tocantins. Será proibida a pesca, tanto amadora como profissional.

Todo produto de pesca oriundo de outros Estados ou países deverá estar acompanhando de comprovante de origem, sob pena de multa, perda de pescado e dos petrechos, equipamentos e instrumentos utilizados na pesca.

O período de defeso da reprodução dos peixes, Piracema, é um dos instrumentos de gestão e ordenamento dos recursos pesqueiros de forma a assegurar a sustentabilidade do seu uso.

Ou seja, o período visa garantir a reprodução dos peixes para manutenção dos estoques pesqueiros.

Denúncias

A pesca predatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838, no site da Sema, por meio de formulário da Ouvidoria, nas unidades regionais do órgão ambiental ou ainda pelo aplicativo MT Cidadão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 23 de outubro de 2020 às 17:19:27