https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/11/WhatsApp-Image-2020-11-04-at-09.45.12.jpeg

MAIS MT

Wenceslau afirma que Mauro está matando a galinha dos ovos de ouro e que não tem diálogo com o Governo

Leonardo Mauro

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT), José Wenceslau de Souza Júnior, falou que respeita o governador Mauro Mendes (DEM), mas que ele “está matando a galinha dos ovos de ouro com uma carga tributária tão alta no Estado”. Disse também que nunca existiu um diálogo entre o Governo e setor do comércio e que os deputados estaduais não estão honraram o voto da população.

“Eu respeito a fala do governador, mas o posicionamento da Fecomécio, é que, quando o governo apresentou o Mais Mato Grosso, o investimento de R$ 9,5 bilhões, sendo que R$ 6 bilhões seria de recurso próprio do governo, o governo não produz nada, ele só arrecada imposto, investe ou gasta. Nós perguntamos a origem desses seis bilhões e meio, onde eu sei dessa origem, é o aumento da carga tributária que aconteceu no final de 2019, no apagar das luzes, quando o governo passou a maior reforma tributária já implantada de uma via só, no Estado de Mato Grosso”, levantou o presidente.

A intriga começou após o Governo do Estado anunciar o Programa Mais Mato Grosso, que prevê investimentos de mais de R$ 9 bilhões, sendo R$ 6 bilhões com recursos próprios. O pivô foi uma crítica de Wenceslau que afirmou que 63% desse investimento é de impostos, taxas e contribuições pagos pela população e pelo setor produtivo.

“O Governo está matando a galinha de ovos de ouro, com a carga tão alta no Estado de Mato Grosso, as compras pela internet vão aumentar e as lojas físicas dentro do nosso Estado, vão virar showroom […] Não existe diálogo entre o Governo do Estado e o setor do comércio, nunca fomos chamados como Federação para responder ou trocar ideia com o Governo sobre o segmento”, argumento Wenceslau.

As críticas não pararam mesmo com a dura resposta de Mauro Mendes, na manhã desta quarta-feira (04), onde ele disse em uma entrevista de rádio, “que esse cidadão (Wenceslau) falou é uma grande mentira. Ele está reclamando porque nós cortamos benefícios fiscais que ele, a empresa dele, e alguns recebiam. Benefícios fiscais que foram vendidos pelo Silval Barbosa (ex-governador)”, disparou.

José Wenceslau continuou e colocou os parlamentares estaduais nessa briga, principalmente aqueles que são da base do Governo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

“Eu acho que os deputados deveriam honrar os votos dos cidadãos mato-grossense em benefício dos cidadãos mato-grossense e não, em benefício do Estado, que está tributando todos os cidadãos, por isso, todos nós que moramos aqui, estamos perdendo a nossa capacidade de investimento ou renda”, finalizou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de novembro de 2020 às 19:49:31