https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/07/Tchelo-Figueiredo.jpg

Vacina que Volta ALMT

CONFIRA AS DATAS

Detran-MT prorroga novamente vencimento do Licenciamento 2021

DETRAN-MT / LIDIANA CUIABANO
[email protected]

Tchélo Figueiredo/Secom-MT

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) prorrogou, novamente, o pagamento do Licenciamento 2021. Agora, os proprietários de veículos com placas finais 1, 2, 3 e 4 devem efetuar o pagamento da taxa até o dia 31 de agosto, e não mais até o dia 31 de julho, como estava estabelecido.

Para veículos com placas finais 5, 6 e 7 a taxa vencerá em setembro, e não mais em agosto. Já as placas finais 8, 9 e 0 deverão ser pagas em outubro.

A portaria n° 457 do Detran-MT que trata sobre a nova prorrogação foi publicada no Diário Oficial que circulou na sexta-feira (16.07). O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, levou em consideração o Decreto Estadual nº. 1.009, de 13 de julho de 2021 que, em caráter excepcional, ajusta o calendário de vencimento do IPVA relativo ao exercício de 2021.

O prazo do calendário de vencimento do Licenciamento já havia sido prorrogado pelo Detran-MT, no início deste ano, em razão dos reflexos financeiros causados pela pandemia da Covid-19 em Mato Grosso.

Como pagar

A taxa do Licenciamento Anual do veículo pode ser emitida no site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br) na opção “Consulte Seu Veículo”. Após o pagamento da taxa, o cidadão deve imprimir o Licenciamento, em formato de papel A4, no próprio site do Detran ou pelo aplicativo MT Cidadão.

A nova versão do documento é de caráter definitivo, não sendo mais emitido no Detran-MT o licenciamento em papel moeda, o antigo “verdinho”.

O documento em papel A4 possui o mesmo valor jurídico do antigo com autenticidade e segurança garantidos por meio de QR Code, que está ligado à base nacional de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Vale lembrar que o veículo só estará licenciado após o pagamento de todos os débitos como IPVA, Seguro DPVAT, a própria taxa de Licenciamento, além de possíveis multas.

Confira a nova tabela: 

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *