https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/12/sirene-1.jpg

MENINA INTERNADA

Homem é preso suspeito de estuprar bebê de seis meses em MT

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

reprodução

Um homem de 31 anos, identidade não revelada, foi preso na noite desta terça-feira (8), suspeito de abusar sexualmente da enteada, um bebê de 6 meses de idade. A menina está internada em um hospital de Pontes e Lacerda (448 km ao Oeste de Cuiabá), fazendo o tratamento de uma pneumonia. Durante exames, a equipe médica constatou os sinais de estupro e acionou a Polícia Civil e o Conselho Tutelar.

A criança deu entrada no hospital na noite da última segunda-feira (7) apresentando problemas respiratórios. Os sintomas, de acordo com os médicos, eram de pneumonia. Inclusive, a bebê está usando balão de oxigênio para auxiliar na respiração.

Em meio a realização de alguns exames de rotina na criança, os médicos constataram que ela estava com sinais de crime sexual, tal como hímen rompido, candidíase, secreção na genitália, além de dilaceração anal.

Psicólogos da unidade hospitalar acompanharam a consulta na presença do Conselho Tutelar, que informaram não saber se a mãe da garota tem conhecimento dos fatos.

Foi ressaltado que, ao longo do dia, a mulher se exaltou algumas vezes, querendo levar a menina para casa. Durante a coleta de material para os exames, ela tentou dificultar o trabalho dos médicos.

Prisão

Frente as informações registradas e narradas pelo Conselho Tutelar, a Polícia Militar foi até o Hospital e já encontrou a mãe da menina sendo levada pela Polícia Civil até a Delegacia, onde ela prestou depoimento.

De acordo com a mulher, ela mora sozinha com a bebê de 6 meses, a filha de 7 anos e o namorado, de 31 anos, com qem se relaciona há dois meses e que saiu da cadeia recentemente. Segundo ela, o autor do crime poderia ser ele.

Com base no relato, os investigadores foram até a residência da mulher junto da Força Tática, onde o suspeito foi encontrado. Ao ser questionado sobre o crime, ele não negou e nem desmentiu a autoria.

Familiares da criança, que moram próximo, estavam no local e testemunharam a prisão. Uma das tias da menina contou que o suspeito sempre queria ficar com a criança no colo e se colocou à disposição prestar depoimento.

Diante dos fatos, o suspeito foi levado para a delegacia e o caso segue em investigação.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 10 de março de 2022 às 12:17:42
  • 10 de março de 2022 às 11:58:28