https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2022/03/8a98fdeb478f12d9c1400306718cd386.jpg

PRA FRENTE CUIABÁ

Dados do Caged apontam saldo positivo de 14.895 novos postos de trabalho

Davi Valle

A gestão Emanuel Pinheiro tem colaborado significativamente com o crescimento na geração de empregos com implementação de ações de fortalecimento da economia, principalmente durante a pandemia de Covid-19. Um levantamento nacional divulgado na última quarta-feira (16) pelo jornal O Estado de São Paulo coloca Cuiabá entre as 10 melhores cidades brasileiras para empreender. Segundo o texto, a pesquisa foi feita pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com a Endeavor Brasil.

Ainda conforme dados divulgados no relatório “Síntese de Indicadores Sociais – uma análise das condições de vida da população brasileira em 2021”, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso é segundo estado com a menor taxa de desemprego do país, com 5,9%. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia, mostram que Cuiabá teve um saldo positivo de 14.895 novos postos de trabalho, com estoque de 181.026 nos empregos acumulados de janeiro a dezembro de 2021.

Uma das ações de destaque da gestão, que tem colaborado para o crescimento na geração de emprego é o Sine da Gente, que integra o programa ‘Pra Frente Cuiabá’, realizado por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico. Diariamente, a van itinerante e os dois postos fixos do Sine Municipal disponibilizam de 500 a 700 vagas de emprego em diversas áreas de atuação.

“O programa Pra Frente Cuiabá tem sua gênese alicerçada na proposta de organizar a cidade em polos e promover o desenvolvimento de forma linear e integrada, estimulando as apacidadeS de cada setor. É uma iniciativa que articulada também com a iniciativa privada. O programa abarca cinco principais ações, o Sine da Gente, o Enem Digital 5.0, Qualifica Cuiabá, Agro da Gente e, o Cuiabanco, que será lançado em breve. Quando eu digo que Cuiabá está acontecendo, eu me refiro ao agora. A cidade não para. criamos ferramentas de suporte para o pós-pandemia, garantindo o desenvolvimento da cidade, dos que vivem nela”, declarou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Para o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, a receptividade dos empresários, evidencia que o programa Pra Frente Cuiabá é uma ferramenta de sucesso. “Temos um número muito grande de vagas, de processos seletivos por parte das empresas que se instalam no município, além dos programas que permitem as condições de podermos buscar o empregador junto com o trabalhador para que possam trabalhar nos bairros onde residem, por meio do Sine da Gente”, destacou o secretário Francisco Vuolo.

A gestão também tem como destaque o programa Qualifica Cuiabá, idealizado pela primeira-dama, Márcia Pinheiro, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com SESI, SENAI, SEBRAE e FECOMÉRCIO, com objetivo de desenvolver as habilidades dos cidadãos para o fomento na geração de renda familiar e na qualificação profissional para o mercado de trabalho.

“Só no ano passado foram qualificados gratuitamente pelo município, por meio do Qualifica Cuiabá, quase 2 mil pessoas com atividades voltadas desde a área e de confeitaria, padaria e atividades de costura, como também cursos profissionalizantes como soldadores, operadores de máquinas empilhadeiras, atendendo a demanda do mercado e do setor produtivo”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Além disso, dentro do Pra Frente Cuiabá ainda será realizada a implementação do Cuiabanco, programa que visa melhorar a renda e a geração de empregos disponibilizando uma linha de crédito ao pequeno empreendedor com juros zero, oportunizando o crescimento da economia.

“Aceleramos o processo da constituição das MEIs que permitem o cidadão ser um empreendedor, e agora no mês de abril teremos o Cuiabanco, que é uma carteira de crédito para que o pequeno empreendedor tenha acesso ao crédito de R$ 1,5 mil a R$ 25 mil, onde a Prefeitura vai subsidiar os juros e garantir que ele tenha oportunidade com orientação técnica e financeiras parta empreender e ter o seu próprio negócio”, concluiu Vuolo.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *