NESTA SEXTA-FEIRA

Sem novidade, Sintep faz nova pressão contra Paiaguás

O Governo cumpriu o acordado estabelecido com o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sintep) e encaminhou, o documento que demonstra, conforme o Estado, o estouro do limite de gastos com pagamento de pessoal, em 61%, o que torna impossível a concessão do aumento aos professores. O Sintep recebeu e encaminhou na quarta-feira (05) o documento para a base, o conteúdo será analisado nas Assembleias locais.

O resultado vai ser entregue pelos delegados no Conselho de Representantes, nos dias 8 e 9 de junho. A deliberação final será feita na Assembleia Geral, dia 10, a partir das 14h, na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

Em primeira impressão, o documento traz mais do mesmo, segundo o sindicato. O secretário de finanças do Sintep/MT, Orlando Francisco, diz, “o governo apenas reafirma a impossibilidade de cumprir o direito dos servidores, devido o limite prudencial, e a Lei de Responsabilidade Fiscal”.

“Conforme o dirigente, o governo se esforça por apontar as despesas do estado, com o limite de gastos com pessoal, mas não traz incrementos de receitas ou esclarecimentos sobre o por que não cumpre o artigo 245 da Constituição Estadual, que ampliaria a arrecadação possibilitando margem para cumprir a Lei 510/2013”, esclarece o dirigente.

Em contato com a sub-sede do Sintep em Cuiabá, foi exposto que na sexta-feira (07) haverá um ato público no Palácio Paiaguás reivindicando uma nova resposta do Governo, em virtude do documento entregue não apresentar nenhuma proposta concreta.

Isso se dá por causa da ameaça de corte de pontos, intensificando a mobilização, principalmente na capital, que vai para o enfrentamento com resistência firme, até a próxima segunda-feira.

Enquanto se avalia o documento, a greve continua. A Assembleia da próxima segunda-feira (10.06) dará o norte ao movimento. A categoria fará o debate coletivo e apresentará o posicionamento. Enquanto isso, a agenda prevê atos em todo o estado.

Com informações da assessoria

*Sob supervisão do editor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de junho de 2019 às 14:58:39
  • 6 de junho de 2019 às 17:10:14