https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/WhatsApp-Image-2019-09-25-at-11.37.24.jpeg

NO SENADO FEDERAL

Jayme Campos é eleito por aclamação presidente do Conselho de Ética

Marcos Oliveira/Agencia Senado

O senador por Mato Grososo, Jayme Campos (DEM) foi eleito por aclamação para presidir o Conselho de Ética do Senado Federal.

“Tenham certeza de que irei corresponder a confiança depositada na minha pessoa e desempenharei o meu papel nesta instituição da mesma maneira que sempre pautei minha vida pública com correção, seriedade e serviços prestados ao meu Estado, meu país e porque não dizer para a população que sempre foi e será nosso principal objetivo”, disse o senador de segundo mandato, que também já foi prefeito de Várzea Grande por três mandatos e governador do Estado de Mato Grosso.

Também foi escolhido como vice-presidente, o senador Veneziano Vital do Rego (PSB/PB), mas que foi eleito com 10 votos de possíveis 12.

Elencando o princípio da ética e dignidade pelo mandato de senador da República, Jayme Campos lembrou que já foi vice-presidente do Conselho de Ética e exerceu por alguns momentos a presidência do mesmo, “portanto não existe novidade, apenas um novo momento revigorado por um novo trabalho voltado para os princípios da boa condução no mandato eletivo que é concedido pela vontade popular”, disse ele.

Jayme Campos em sua primeira fala após a escolha por aclamação disse sempre ter buscado em sua vida pública, a conciliação, o entendimento e o consenso possível dentro da lei e da ordem, pois o Senado da República como Casa Legislativa representa a vontade de muitos representes dos 27 Estados deste imenso país.

“No exercício da política, sou daqueles que acredita no poder da palavra, dos compromissos, do diálogo e dos valores democráticos. Não esperem desta presidência, atos de revanchismo ou decisões açodadas. Sou legalista e vou seguir o devido processo legal, preservando o Regimento Interno, o Código de Ética e a Constituição Federal do Brasil”, garantiu Jayme Campos.

O presidente do Conselho de Ética do Senado da República asseverou que irá agir com equilíbrio e garantindo o direito da ampla defesa e do contraditório, pois assim funciona uma democracia, respeitando o direito de todos ao mesmo tempo em que se exige o cumprimento das leis.

“Essa oportunidade que me foi dada por aclamação, não será desperdiçada. Rogo a Deus que ilumine meu caminho e me conceda ainda mais sabedoria para essa honrosa missão e que minhas ações sejam instrumento de sabedoria e união em busca do bem comum e do interesse da maioria do povo de nosso país”, afirmou Jayme Campos.

Os novos membros do conselho são os senadores Roberto Rocha (PSDB/MA), Jaques Wagner (PT/BA), Telmário Mota (PROS/RR), Major Olímpio (PSL/SP), Weverton (PDT/MA), Ciro Nogueira (PP/PI), Eduardo Gomes (MDB/TO), Marcelo Castro (MDB/PI), Confúcio Moura (MDB/RO), Chico Rodrigues (DEM/RR), Otto Alencar (PSB/BA), Angelo Coronel (PSD/BA e Marcos do Val (PODEMOS/ES).

Ainda são suplentes os senadores Randolfe Rodrigues (REDE/AP), Fabiano Contarato (REDE/ES), Vanderlan Cardoso (PP/GO), Eduardo Girão (PODEMOS/CE), Lucas Barreto (PSD/AP) e Nelsinho Trad (PSD/MS). Os demais nomes serão indicados pelos blocos parlamentares.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 25 de setembro de 2019 às 18:25:23
  • 25 de setembro de 2019 às 16:01:46