https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/WhatsApp-Image-2019-12-19-at-10.30.39.jpeg

PORTE E DISPARO

Vereador preso suspeito por associação ao tráfico já havia sido detido em 2018

Leonardo Mauro / Mato Grosso Mais

O policial civil aposentado e vereador por Várzea Grande, Calistro Lemes do Nascimento (PSD), mais conhecido como Jânio Calistro, que foi preso na manhã desta quinta-feira (19), na operação “Cleanup”, já havia sido preso em 10 de julho do ano passado.

Ele foi preso em flagrante por porte de uma pistola calibre .040, de propriedade da Polícia Judiciária Civil. A prisão aconteceu após uma denúncia anônima, de disparo de arma de fogo na região.

Segundo informações, ele estaria em um bar jogando baralho. Em seu carro, os policiais encontraram a pistola e segundo a PJC, o calibre usado pelo vereador só é permitido para policial, que está na ativa, e não para aposentado.

Operação “Cleanup”

Jânio Calistro é um dos presos da Operação “Ceanup”, deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na manhã desta quinta-feira (19), nas cinquenta e seis ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar.

As ordens judiciais, sendo 23 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão, foram expedidas pela 3ª Vara Criminal de Várzea Grande, com objetivo de combater a ação de traficantes que atuam principalmente no município.

O parlamentar negou que tenha relação com traficantes e disse que defende o povo, na Câmara Municipal de Várzea Grande, veja no vídeo abaixo:

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 20 de dezembro de 2019 às 13:29:40
  • 19 de dezembro de 2019 às 21:00:53