https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/politec.jpg

EM MATAGAL

Após três dias jovem é encontrado morto com pés e mãos amarrados

Reprodução

Após dado como desaparecido por três dias, Douglas da Silva Alencastro 24 anos, foi encontrado morto com pés e mãos amarrados, na madrugada desta segunda-feira (23), em uma região de mata, no bairro Manduri, em Cuiabá.

A Polícia Militar (PM) encontrou o corpo já em processo de decomposição, após a mãe da vítima, receber a informação da possível localização do filho.

Ela disse aos militares que um conhecido, identificado como T.C.G., sabia do desaparecimento de Douglas, a informou sobre o local.

À PM, T.C.G. explicou que havia rumores de que havia um cadáver na região e desde então a mãe de Douglas, familiares e uma amiga passaram a procurar o jovem.

Porém, na tarde de domingo, por volta das 17h, dois motociclistas que estavam caçando pequi pelo local, encontraram o cadáver e comunicaram T.C.G. que avisou à família.

A mulher, que procurava pelo rapaz desde o seu desaparecimento na sexta-feira (20), explicou que o filho era usuário de drogas, o que o coloca em contato com traficantes, o que leva a suspeita de crime de execução.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para comparecer ao local, analisar as condições em que o corpo foi encontrado e ainda colher informações técnicas que apontem as circunstâncias do crime.

Em seguida o cadáver foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia, que vai mostrar a causa clínica da morte.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi ao local, acompanhou os trabalhos da perícia e segue investigando o caso.

Até a publicação desta reportagem não havia informações sobre a autoria do crime.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *