https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/ebb783dff35a44e6948d7dcfb4ff6373.jpg

EM VÁRZEA GRANDE

Polícia prende suspeito que confessa homicídio em transportadora

Reprodução

O homem investigado por um homicídio e uma tentativa de homicídio ocorridos em uma empresa, em Várzea Grande, teve a prisão cumprida nesta segunda-feira (27) pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O suspeito confessou a autoria do crime, mas diz que agiu após várias provocações das vítimas.

O delegado Caio Fernando Alvares de Albuquerque, que preside o inquérito, representou pela prisão cautelar, deferida pela Comarca de Várzea Grande. O suspeito dos crimes teve a prisão efetivada com acompanhamento de um advogado.

Ele é investigado pelos crimes de duplo homicídio consumado e tentado, qualificados (motivo fútil e emprego de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas). O suspeito será apresentado em audiência de custódia da justiça.

Crime

O crime aconteceu na noite do dia 19 de janeiro deste ano, dentro de uma empresa de transportes no bairro Jardim dos Estados, na qual trabalhavam o suspeito e vítimas.

Um das vítimas, atingida por disparos de arma de fogo, e morreu no local. O outro rapaz foi ferido e socorrido ao Pronto-Socorro da cidade.  Em diligências no local do crime, os policiais da DHPP confirmaram a identidade do suspeito do crime.

As vítimas haviam recém-chegado à empresa, quando começaram os procedimentos para troca de motorista, sendo que a condução de um veículo da empresa seria passada ao motorista (suspeito) e seu companheiro de trabalho.

Foi apurado que no mesmo dia, vítimas e o suspeito tiveram discussões, via aplicativo de mensagens, envolvendo, supostamente, questão do trabalho.

Durante o início do trabalho na empresa, as vítimas e o investigado retornaram às discussões, de forma mais acalorada.

Em certo momento, conforme imagens das câmeras de monitoramento, o suspeito segue até seu veículo e retorna caminhando em sentido a uma das vítimas e faz os disparos de arma de fogo contra esta.

As câmeras registraram ainda que a outra vítima foi até a sala de monitoramento, de onde sai e retorna instante depois, tentando fechar a porta de blindex.

Neste momento, as imagens são nítidas e mostram o rompimento da porta por disparo de arma de fogo feito pelo investigado, que atira a curta distância na vítima, que morre logo depois no local.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 28 de janeiro de 2020 às 13:00:12