https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/08/23697412-1.jpg

TENTATIVA DE FUGA

Gustavo Lima leva três tiros de borracha após ser preso por ameaçar prefeito

Reprodução / Mato Grosso Mais

O filho de uma empresária cuiabana, e analista de Tecnologia da Informação (TI), Gustavo Lima Franco, de 28 anos, tentou fugir da Cadeia Pública de Várzea Grande (Capão Grande), neste domingo (9), ele acabou levando três tiros de bala de borracha na perna.

Gustavo Lima foi preso na noite do último sábado (8), após agredir um servidor da Prefeitura de Cuiabá e tentar invadir a casa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

“O homem correu em direção aos servidores para agredi-los e não atendeu às ordens de parada. Foi preciso intervenção da equipe de contenção, que precisou efetuar três disparos de arma com munição menos que letal (bala de borracha), todos na perna”, disse a Sesp em trecho da nota.

Conforme o documento, o rapaz apresentou comportamento inadequado desde a chegada a cadeia, ainda na noite de sábado. Ele tentou resistir aos procedimentos de revista, alegando ter nível superior.

No domingo, ao ser avisado sobre os procedimentos de triagem médica, por conta das medidas de prevenção a Covid-19, ele desobedeceu à ordem dos policiais penais e tentou fugir correndo em direção ao portão, obrigando os Policiais Penais a deterem o jovem.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e os policiais penais o acompanharam até o Pronto Socorro, onde foram prestados os devidos procedimentos  de atendimento médico.


Já nas ruas

A Pasta informou também que o suspeito saiu da unidade ainda no domingo, em cumprimento a um alvará expedido pela Justiça.


Entenda o caso

Gustavo Lima agrediu um segurança da Prefeitura de Cuiabá, após invadir uma policlínica na região Leste, e ainda ameaçou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), ele gritava que ira dar um “presente” para o chefe do Executivo Municipal. O caso aconteceu na noite deste sábado (9), e Gustavo foi preso em flagrante delito.

O analista agrediu um segurança e com um machado e afirmou que iria tirar satisfação e agredir Emanuel. Após ser interrogado pelo delegado plantonista da Polícia Civil na Central de Flagrantes.

Leia mais: Gustavo Lima agride segurança e vai até à casa de Emanuel para dar presente


Ameaças 

Gustavo Lima é inclusive investigado pela Polícia Civil por ameaçar de morte o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do paletó, o vereador Toninho de Souza (PSDB).


Reincidente

Na quinta (6) ele se envolveu em outra confusão, após dar um soco no rosto de um servidor do Banco do Brasil e quebrar a porta de vidro da agência bancária do Paiaguás. Boletim de ocorrência foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 14h do dia 6.


Nota Oficia

Prefeito repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão e divergências políticas. O chefe do executivo reforça sua confiança nas autoridades policiais para apuração dos fatos para que se identifique a autoria dos atos que afrontam a democracia, sua família e sua segurança.

Veja o vídeo 

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 10 de agosto de 2020 às 14:38:12
  • 10 de agosto de 2020 às 14:36:44