https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/08/cb0ffcf449c4fea1fc5b3274fd233a14.jpg

DEMOCRATAS PARTIDOS

DEM está dividido com Eleição Municipal e com três nomes ao Senado

O Partido Democrata de Mato Grosso pode estar rachado com uma batalha interna entre três membros para a Eleição Suplementar ao Senado. O principal líder do partido no Estado, o governador Mauro Mendes não esconde a preferência pelo senador Carlos Fávaro (PSD).

Já a família Campos, hoje sob a liderança do senador Jayme Campos, já declarou apoio à pré-candidatura do ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB). O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, tem uma maior simpatia ao nome do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT).

Até antes da pandemia do novo coronavírus, o nome do DEM à disputa era o do ex-governador Júlio Campos, que recuou de concorrer ao cargo, segundo ele, por recomendação médica. Além de transplantado, Júlio tem diabetes.

Prefeitura de Cuiabá 

Uma reunião essa semana deve reunir Mauro Mendes, Eduardo Botelho, Jayme e Júlio Campos, Mauro Carvalho e outros nomes do DEM para definir a candidatura que disputará a Prefeitura de Cuiabá em novembro.

Está reunião deveria ter acontecido na semana passada, mas como o governador estava internado em São Paulo, não ocorreu, mas agora com a alta de Mauro e volta dele para Cuiabá, o encontro está previsto para acontecer.

A preocupação dos democratas é que, sem um nome definido pela sigla, outros nomes oportunistas devem surgir e, o do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), fortalecer mesmo não admitindo sua candidatura a reeleição.

Leia Mais 

Reunião do DEM pode definir nome para prefeitura de Cuiabá essa semana

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de agosto de 2020 às 19:53:49