https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/WhatsApp-Image-2019-12-04-at-16.43.04.jpeg

COMPRA DE IVERMECTINA

Secretário de Saúde de Cuiabá pede exoneração após operação Overpriced

Leonardo Mauro / Mato Grosso Mais

O secretario municipal de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, pediu exoneração do cargo após deflagração da Operação Overpriced, que cumpre quatro mandados de busca e apreensão e pede o afastamento cautelar do secretario. As ações ainda ocorrem na manhã desta quinta-feira (01).

O pedido de exoneração feito por Possas de Carvalho, segundo a assessoria da prefeitura de Cuiabá é a fim de contribuir para o bom andamento das investigações.

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor) e o Ministério Público Estadual, por meio da Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e 10ª Promotoria da Justiça Criminal, realizam as buscas e apreensões.

As ordens judiciais foram deferidas pela juíza, Ana Cristina Silva, da 7ª Vara Criminal da Capital. Após denúncia protocolada na Deccor, diligências foram realizadas com o apoio da Força-Tarefa (MPE/PJC/CGE), criada para acompanhar eventuais desvios ocorridos em licitações relacionadas à Covid-19.

Nas investigação foram identificados elevados sobrepreços na aquisição do medicamento ivermectina. O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirma sua confiança no trabalho da Justiça, bem como no gestor da Secretaria de Saúde.

Leia mais: Polícia Civil e MPE cumprem buscas e afastamento cautelar de secretario municipal de saúde de Cuiabá

O outro lado, leia a na nota na íntegra divulgada pela assessoria da Prefeitura de Cuiabá, em relação a ação na Secretaria Municipal de Saúde, a Prefeitura de Cuiabá informa que:

– A Prefeitura de Cuiabá reforça que irá colaborar com todas as informações necessárias para esclarecimentos dos fatos.

– Destaca que tem sempre prezado pela transparência nos investimentos públicos, criando inclusive um portal específico para abrigar as informações relacionadas aos gastos emergenciais com a pandemia da Covid-19.

– No portal é possível observar na íntegra a descrição de cada contrato firmado e valores aplicados no combate ao coronavírus.

– Além disso, todos os investimentos são acompanhados de forma online e em tempo real pelo Ministério Público do Estado (MPE), por meio de um acordo firmado entre as instituições.

– O prefeito Emanuel Pinheiro reafirma sua confiança no trabalho da Justiça, bem como no gestor da Secretaria de Saúde.

– Informa também que o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Possas de Carvalho, pediu exoneração do cargo, a fim de contribuir para o bom andamento das investigações.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 1 de outubro de 2020 às 14:59:16
  • 1 de outubro de 2020 às 14:05:18