https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/11/WhatsApp-Image-2020-11-15-at-14.27.27.jpeg

DIA DE VOTAÇÃO

Emanuel rebate Abilio, diz que tem propostas verdadeiras, que “não são promessas, nós já estamos fazendo”

Marcus Mesquita

O prefeito e candidato à reeleição em Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), disse ter sido o único candidato que cresceu nas pesquisas eleitorais. “Temos propostas verdadeiras, possíveis de serem cumpridas para a população cuiabana”. A declaração foi dada antes da votação, ao lado da primeira-dama, Márcia Pinheiro, no início desta tarde (15).

“Isso demonstra uma sintonia total da nossa gestão com a população cuiabana e as propostas apresentadas. Temos propostas verdadeiras, possíveis de serem cumpridas para a população cuiabana. Aliás, não são promessas, nós já estamos fazendo”, disse Pinheiro.

Emanuel comentou sobre a fala que o candidato Abilio Junior (Podemos), que disse ao realizar a sua votação neste domingo. “Se a gente chegar no segundo turno é todo mundo contra o paletó, é o bem contra o mal. Eu acredito que todo o que for eleitor em Cuiabá e quiser nos apoiar será super bem-vindo, a gente não está na hora de entregar ninguém para o paletó”, disse o opositor.

O prefeito disse que o mal é representado pelo candidato adversário, que é incrível que se diz evangélico e não segue nada da Bíblia.

“Nós representamos a política do amor, da compaixão, da família, do respeito, da dignidade, da verdade, contra a fake news, contra a mentira, contra o ódio e contra o rancor. Ele representa esse mal todo. É incrível que se diz evangélico e não segue nada da Bíblia, não segue uma linha da palavra de Deus. De fato, ele tem razão. O bem está aqui e o mal está representado por ele, não pelos eleitores dele”, rebateu o prefeito.

O prefeito se esquivou de falar sobre possíveis coligações no segundo turno e que não escolhe adversários, apenas aliados, já que seu possível concorrente no segundo turno possa ser Abilio e ele praticamente descartou o apoio do governador do Estado, Mauro Mendes (Dem).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 15 de novembro de 2020 às 19:19:47
  • 15 de novembro de 2020 às 19:18:28