https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2021/04/0ccdcafc3df32d76e412a363e86504a4-2.jpg

ACIDENTE FATAL

Policiais penais que morreram em acidente escoltavam detento

Dois policiais penais, identificados como Alexsandro Leite, de 45 anos, e Giovane Matos da Silva, de 38 anos, que morreram após se envolverem em um acidente na terça-feira (6), na BR-163, em Diamantino (182 km de Cuiabá), retornavam de uma escolta feita até a Capital.

De acordo com as informações, ambos atuavam em Alta Floresta (a 800 km de Cuiabá), e acompanharam um reeducando da Cadeia Pública da cidade até o hospital psiquiátrico Adauto Botelho, durante o retorno acabaram batendo em uma carreta.

LEIA: Viatura bate em carreta e dois policiais penais morrem em MT; VÍDEO

No veículo, também estava Nivaldo Dias da Silva, de 45 anos, que foi socorrido com ferimentos leves, mas precisou passar por uma cirurgia na perna.

LEIA: Armas de policiais mortos em acidente foram furtadas

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), o quadro de saúde dele é estável. Ainda conforme a Sesp, o plano dos policiais penais era dormir em Sinop (a 505 km de Cuiabá) e seguir viagem nesta quarta-feira (7) para evitar a estrada durante a noite.

“Perdemos pessoas dedicadas, bons profissionais, que estavam no cumprimento de suas funções”, lamentou em nota.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 7 de abril de 2021 às 20:33:59